Diario do Sul
PORTUGAL 2020 SET

15.ª edição da Romaria a Cavalo

Romeiros chegam sábado a Viana do Alentejo

Cerca de 350 romeiros partiram ontem, dia 22, da Moita, em direção a Viana do Alentejo, onde chegam sábado, dia 25, ao final da tarde, naquela que é a 15ª edição da Romaria a Cavalo, que tem como padrinho o ator João Catarré. Mas, muitos mais se irão juntar ao longo do percurso de quatro dias marcado pela fé e pelo convívio, esperando a organização, mais de 600 romeiros na chegada a Viana do Alentejo. Para dar

23 Abril 2015

Romaria a Cavalo que liga os concelhos da Moita e de Viana do Alentejo partiu ontem com cerca de 350 romeiros inscritos. Mas muitos mais são esperados à chegada a Viana do Alentejo no sábado …

É uma realidade. Nunca sabemos de antemão o número de romeiros que vão participar na romaria dado que as inscrições são feitas na véspera e no próprio dia da partida na Moita. No entanto, vamos tendo ecos do número de participantes através do contacto que mantemos com os romeiros, alguns dos quais participam na romaria desde a primeira edição. Este número vai aumentando à medida que o percurso vai avançado, prevendo-se que a Viana do Alentejo cheguem cerca de 600 romeiros. Uns pela fé, que como se sabe está na génese desta Romaria e pretendemos que se mantenha, outros pelo convívio e/ou pelo gosto pelo cavalo e atividade equestre engrossam a caravana há medida que se aproximam do Santuário de N.ª Sr.ª D’Aires, em Viana.

Quais são as novidades em termos de programação?

A grande novidade desta edição da Romaria a Cavalo é, pela primeira vez, a apresentação de um espetáculo equestre “Equestrian Emotions” pelo Centro Hípico da Herdade da Mata, de Alcáçovas, no Picadeiro instalado junto à Tenda Tradições que, desde há 4 anos, acolhe os romeiros e quem nos visita. O espetáculo equestre está marcado para dia 25, pelas 22h00. Ainda no Picadeiro, a Classe de Dança da Associação Equestre de Viana do Alentejo apresenta, no domingo, o espetáculo “La Inspiración”.
Durante a tarde de sábado, antes da chegada dos romeiros, haverá animação em pontos específicos da vila - Charanga da SUA, no Largo 25 de abril, Grupo Seara Nova, na Praça da República e “Os Alentejanos” de Serpa, no Largo de São Luís. Ainda no sábado haverá cante alentejano, a partir das 20h30, dança e a atuação do Grupo “Real Aliança Velha”. A noite vai terminar com baile.
No domingo, a Tenda Tradições abre por volta das 12h30, após a procissão e a missa campal junto ao Santuário, com animação musical com “Spanish Soul” e cante alentejano.

Este continua a ser um dos eventos mais importantes para o Concelho?

Sem dúvida. A Romaria a cavalo reveste-se de grande importância para a economia local, dado que traz, neste fim-de-semana, milhares de visitantes ao concelho que acabam por efetuar as suas refeições e adquirir os nossos produtos locais, como a doçaria, os queijos, o pão, a massa de pimentão e os chás, e ainda o artesanato com destaque para a olaria de Viana do Alentejo, os chocalhos de Alcáçovas e a joalharia sustentável de Aguiar. Para além da restauração, o alojamento também sai beneficiado devido à grande procura. Em resumo, o que se pretende é potenciar todo o nosso património: tradicional, cultural, natural, imaterial, etc.. e que essas ações tragam benefícios para a economia local, para que o nosso concelho seja um território atrativo, não só para os residentes mas também para quem nos visita.

A Romaria a Cavalo foi distinguida com uma menção honrosa pela Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, nos Prémios de Turismo de 2013.

Sim, na categoria “eventos”. E em 2011 também foi distinguida com o Prémio Mais Alentejo atribuído pela Revista Mais Alentejo, na categoria “Mais Tradição”. Consideramos que estas “distinções” trouxeram uma maior visibilidade à Romaria e também mais responsabilidade à Comissão organizadora que, de ano para ano, procura melhorar o evento através de um investimento criterioso mas cada vez mais eficaz, não só nos aspetos mais técnicos, nomeadamente os referentes ao percurso e logística respetiva, mas também à sua promoção e divulgação.

A pernoita em Alcáçovas, este ano será no dia 24 de abril. É uma aposta ganha?

Penso que sim, não só pelo envolvimento da população da freguesia, mas também pela participação da própria junta no acolhimento aos romeiros. A junta de freguesia é responsável pelo programa cultural e oferece ainda no dia 25, antes da partida para Viana do Alentejo, o pequeno-almoço aos romeiros. Como referi está prevista animação para a noite de dia 24 com grupos corais, no Largo da Gamita, a partir das 20h30, organizado pela Junta de Freguesia de Alcáçovas, seguido de sevilhanas – Associação Cultural e Recreativa Alcaçovense, Associação Equestre de Viana do Alentejo e “Siempre a Bailar” da Moita – e ainda o grupo “300 and Friend’s”.

Mais uma vez vai decorrer o Concurso de Janelas, Varandas e Montras Engalanadas com algumas novidades este ano. Que novidades são essas?

Este ano o concurso foi alargado a toda a vila de Viana do Alentejo com duas zonas: 1ª – percurso da romaria; 2ª – todos os arruamentos da vila, uma vez que foram muitos os que manifestaram interesse e vontade em embelezar as suas casas para receber os visitantes.
Outra novidade desta edição resulta do aumento do número de prémios, de 3 para 5 premiados nas duas zonas, ou seja, serão distribuídos 10 prémios no total, que variam entre os 10,00 € e os 200,00 €. Podem participar todas as pessoas e empresas que possuam ou ocupem casa na zona urbana da vila. Pretendemos sensibilizar os vianenses para outras formas de sentir, viver e receber bem quem nos visita e os romeiros e dar uso a colchas, mantas e bordados guardados nos baús para embelezar as nossas ruas.
O concurso decorre dia 25 de abril, dia da chegada da romaria a Viana do Alentejo e os materiais devem ser colocados até às 14h00 e só poderão ser retirados após as 19h00.

As Câmaras da Moita e de Viana do Alentejo estão a estudar a hipótese de criar um trajeto para percorrer a pé ou de bicicleta, utilizando o percurso da Romaria, pela antiga Canada Real. Que projeto é esse?

Trata-se de um projeto que estamos a estudar em conjunto com o professor Carlos Cupeto, docente da Universidade de Évora. O objetivo é “aproveitar” o percurso da Romaria, já existente, e utilizá-lo para ser percorrido a pé ou de bicicleta durante todo o ano, o que já acontece noutros países, com determinados percursos. São cada vez mais aqueles que gostam de caminhadas e são esses que gostaríamos de cativar para conhecer todo o nosso património material e imaterial…

O número de parcerias também tem vindo a aumentar com o crescimento do evento?

É um facto. Devido à dimensão que o evento já atingiu, a Comissão Organizadora, composta também pela Câmara Municipal da Moita, pela Associação dos Romeiros da Tradição Moitense e pela Associação Equestre de Viana do Alentejo, sentiu necessidade de procurar novos parceiros e patrocinadores. Este ano, para além dos parceiros habituais, Juntas de Freguesia do concelho e outras, e dos patrocinadores, Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo, de Lisboa e Vale do Tejo, Dioceses de Évora e de Setúbal, Caixa de Crédito Agrícola do Guadiana Interior, Delta Cafés, Diário do Sul, Hidrauviana, Lda. e a Casa Lanchinha, juntou-se a nós a prestigiada Sociedade Agrícola de Rio Frio, no Pinhal Novo, a quem agradecemos a disponibilidade e o acreditar neste projeto. Gostaria também de agradecer a todos os proprietários dos terrenos agrícolas por onde a Romaria passa, bem como à GNR e aos Bombeiros que, desde a primeira hora, prestaram todo o apoio necessário. Aproveito para agradecer a todos os que, de forma direta ou indireta, contribuem para a concretização desta Romaria a Cavalo e para o seu sucesso.

Quais são as expetativas para a 15ª edição da Romaria a Cavalo?

Esperamos que o número de romeiros possa aumentar face a 2014, bem como o número de pessoas que nos visitam neste fim de semana, quer pela programação cultural, quer pelo programa religioso.
Como já referi atrás, gostaríamos que a Romaria mantivesse a génese religiosa, para além de outras emoções também vividas nesta viagem desde a Moita até ao Santuário de N.ª Sr.ª D’Aires, em Viana do Alentejo.
Em suma, as expetativas são bastante positivas esperando-se uma romaria à sua imagem, um evento importante em termos económicos para o concelho e para a região.
Fica o convite para que assistam à chegada da Romaria a Cavalo, no dia 25, por volta das 17h, porque temos tradição à sua espera!

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.