Diario do Sul
diario jornal

Exposição

Marcas da Inquisição em Évora: acervos do museu e da Biblioteca Pública

‘Marcas da Inquisição em Évora: acervos do Museu e da Biblioteca Pública’ é nome da exposição que inaugurou no Museu de Évora no dia 20 de outubro, pelas 18 horas.

21 Outubro 2016

O Tribunal do Santo Ofício da Inquisição começou a funcionar de forma continuada em Portugal em 1536. Perdurou até 1821. Neste intervalo foi uma instituição marcante na sociedade portuguesa. Em nome da ortodoxia e com a adesão de praticamente todos os grupos sociais, contribuiu fortemente para a uniformidade ideológica. Ninguém estava teoricamente excluído da sua jurisdição.

A bula que introduziu o Santo Ofício em Portugal foi publicada em Évora, cidade onde, por essa altura, se encontrava a Corte.

Évora foi também sede de um dos quatro tribunais de distrito da Inquisição portuguesa. Hoje é a urbe que conserva maior património edificado sobre esta instituição e que importa dar a conhecer e valorizar.
É por esta razão que hoje, em tempos de tolerância e de interesse pelo Património local e do mundo, se apresenta esta exposição, constituída por parte do acervo que se encontra no Museu e na Biblioteca Pública.

A iniciativa é organizada pela Direção Regional de Cultura do Alentejo - Museu de Évora, CIDEHUS - Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora e Fundação Eugénio de Almeida, com o apoio da Câmara Municipal de Évora e Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Évora.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.