Diario do Sul
Twitter rectangular

ELVAS. Todos os caminhos vão dar ao Santuário da Piedade

 Maior romaria do Alentejo saiu à rua para dar início à Feira de São Mateus

Autor :Roberto Dores

Fonte: Redação

21 Setembro 2017 | Publicado : 15:03 (21/09/2017) | Actualizado: 15:13 (21/09/2017)

São esperados milhares de fiéis pelas ruas de Elvas. Como acontece sempre, no emblemático dia 20 de setembro e nos dias que se seguem. A procissão dos Pendões começou a sair da Igreja da Sé (agora de Nossa Senhora da Assunção) e chegaou ao Santuário do Senhor Jesus da Piedade umas três horas depois de percorrer as principais artérias da cidade. São sempre cerca de três quilómetros de caminhada lenta. Ao som das bandas que voltam o tocar o hino das emoções para os elvenses. Os que estão e os que regressam à terra para celebrarem o São Mateus. A feira prolonga-se até dia 30.


É com a chegada dos pendões ao Santuário que as luzes do recinto são ligadas e o arraial começa. Ilumina-se o céu com o fogo de artifício de cores. Entre as barracas de comes e bebes, carrosséis ou comércio de queijos, enchidos, porcelanas e roupas, não faltam os espetáculos de pirotecnia e um cartaz repleto de estrelas. Nacionais e da terra.


A música volta a ocupar dois palcos com artistas para todos os gostos. Espreitando o programa encontramos bandas e DJ´s, além de nomes de vulto como Herman José que deu o pontapé de saída das festas, mas também Miguel Araújo, Diogo Piçarra, Miguel Gameiro & Pólo Norte Projeto Ibéria, Matias Damásio ou Xutos & Pontapés, os mesmo que há dois anos levaram 6 mil ao parque da Piedade, pela Semana da Juventude. Um regresso que se espera em grande. Os concertos começam às 23.00 e nos primeiros dois dias os espetáculos são gratuitos. Já de 22 a 30 de setembro o preço do bilhete diário é de cinco euros, mas (atenção) se pretender marcar presença assídua mais vale comprar a pulseira semanal. Custa 20 euros. As crianças e jovens com idades até 15 anos não pagam entrada.
Cá fora os espetáculos são à borla. Para o stand da Praça da Feira estão agendados espetáculos com artistas elvenses. Anuncia-se música popular, fado, rumbas e pasodobles. Ou não estivesse “hermana España” ali ao lado.

  
Exposições
dão mote à cultura
  
Mas a cultura também acompanha a festa. A exposição “Senhor Jesus da Piedade de Elvas - origem e manifestações da devoção” está patente ao público na Biblioteca Municipal de Elvas Dra. Elsa Grilo, numa mostra que ficará patente até 20 de agosto de 2018 e que pretende divulgar a origem e as diversas manifestações da devoção ao Senhor Jesus da Piedade de Elvas, “contribuindo também para a partilha e preservação do património histórico local e, através deste, promover junto à comunidade e sobretudo no meio escolar, a memória das suas gentes”, segundo anuncia a autarquia.


O Serviço Educativo, em colaboração com o Grupo de Trabalho Concelhio de Elvas (Bibliotecas), faz visitas guiadas a esta exposição, que vai ter um caráter itinerante, sendo emprestada para a comunidade escolar ou outras entidades de natureza cultural, social ou educativa que a requeiram após o seu término expositivo na Biblioteca Municipal.


Já o Museu Municipal de Fotografia João Carpinteiro recebe a exposição de fotografia “São Mateus... sempre”. A mostra é composta por fotografias de João Manuel Carpinteiro e João Henrique Carpinteiro, ficando patente até 2 de outubro, na sala de exposições temporárias deste núcleo museológico elvense. Neste espaço pode apreciar trabalhos fotográficos de pai e filho.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.