Diario do Sul
Century 21

Todo-o-Terreno

Ricardo Porém foi o vencedor da 29.ª edição da Baja Portalegre 500 - Luis Oliveira venceu em motos

João Trindade

26 Outubro 2015 | Fonte: Redacção D.S.

Ricardo Porém, em Toyota Hilux, foi o vencedor da 29ª edição da Baja Portalegre 500. O piloto de Leiria repetiu o feito alcançado em 2014 e obteve a 2ª vitória da carreira na mítica prova de TT organizada pelo Automóvel Club de Portugal. Miguel Barbosa foi 2º.o piloto do Mitsubishi Racing Lancer conquistou o título de Campeão Nacional pela 7ª vez. João Ramos 3º completou o pódio.“A prova foi totalmente dominada por Ricardo Porém,assumiu a liderança logo no prólogo e estabeleceu o melhor tempo em todos os sectores selectivos”. Miguel Barbosa partiu para esta competição “mais preocupado em conquistar o campeonato no derradeiro sector selectivo”, cumpriu os quase 500 quilómetros em 2º , a 10m54s do vencedor. O 3º classificado foi João Ramos, o piloto da Toyota Hilux “beneficiou dos problemas que afectaram Nuno Matos e Carlos Sousa”. Hélder Oliveira terminou em 4º lugar . Boris Garafulic estreia em Portalegre foi 5º da classificação absoluta. César Sequeira sagrou-se Campeão de T2 O piloto de Portalegre, Nuno Matos, chegou à clássica alentejana na frente do campeonato mas não conseguiu sagrar-se campeão devido a uma” desistência com problemas na caixa de velocidades do Opel Mokka Proto”.

Luis Oliveira venceu em motos

Em motos na Baja de Portalegre o nome do vencedor foi sempre decidido entre António Maio (5 vezes) ou Mário Patrão (6), mas nesta 29ªEdiçao Luís Oliveira venceu pela primeira vez na sua carreira a mais importante prova do TT Naciona”l.A vitória de Luís Oliveira foi construída ao longo do segundo dia de prova, marcado pela chuva ao longo dos 350 quilómetros do sector selectivo. Luís Oliveira acabou por “assumir a liderança da prova nos últimos 25 quilómetros para chegar a Portalegre com 26 segundos de vantagem sobre Mário Patrão”. Sebastian Buhler, 3º ficou a mais de 11 minuto .António Maio foi 4º classificado e conseguiu sagrar-se Campeão Nacional de TT absoluto e na classe TT2, o mesmo se passando com Gustavo Gaudêncio a quem o sexto lugar atrás de David Megre foi o suficiente para alcançar o título Nacional na classe TT1. Igualmente Campeão Nacional, mas na classe TT3 é Fausto Mota, o 7º classificado na Baja de Portalegre 2015.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.