merida enamora
Diario do Sul
Twitter rectangular

A 8 de outubro em Vila de Frades

Clara Santana Rita apresenta livro sobre o «Cante Alentejano»

No próximo dia 8 de outubro terá lugar no Centro de Leitura Fialho de Almeida em Vila de Frades (Vidigueira) a apresentação da última edição do livro “O Cante Alentejano – No Cancioneiro do Padre Marvão – O Encantamento Feminino na Voz do Cantador” da autoria de Clara Santana Rita.

06 Outubro 2016

A Junta de Freguesia de Vila de Frades, no dizer do seu presidente Luís Amado, «tem acarinhado e também desenvolvido inúmeras atividades de índole cultural, sempre buscando dar visibilidade às tradições, usos e costumes desta região singular, onde o Cante Alentejano sempre associado ao Vinho de Talha, são uma constante nos campos e nas tabernas tradicionais, e um chamariz para a zona da Vidigueira»

Com organização da Associação Alentar, que tem como objetivo a promoção e desenvolvimento da região do Alentejo, este evento, de entrada livre garante assim, ser uma celebração dos costumes e tradições enraizadas na cultura alentejana.

Tito Laneiro, presidente da Alentar refere que «uma das principais motivações desta associação é a preservação da identidade da região, a par da sua dinamização de forma transversal, ativando as sinergias entre as dimensões culturais, económicas e sociais, que a permeiam. Esta iniciativa com a Junta de Vila de Frades é uma oportunidade de promover o intercâmbio entre diferentes áreas geográficas do Alentejo Interior, que partilham uma identidade cultural comum, mas também uma forma de atrair atenções para um território muito rico mas ainda com pouca visibilidade».

O livro em apresentação baseia-se num trabalho universitário levado a cabo pela autora, que descortina a obra “Cancioneiro Alentejano: Corais majestosos, coreográficos e religiosos do Baixo-Alentejo”, publicada em 1955 pelo Padre António Alfaiate Marvão.

O cancioneiro em questão é uma compilação de líricas e pautas musicais de mais de duas centenas de modas, de cariz religioso e profano, recolhidas ao longo de mais de 30 anos, pelo Padre Marvão, junto de indivíduos seus contemporâneos, oriundos da região alentejana.

Ao longo da publicação, Clara Santana Rita, apresenta um estudo biográfico do Padre, ao qual se juntam leituras interpretativas e analíticas das modas presentes neste Cancioneiro, numa perspetiva inovadora relativa ao papel da mulher no Cante Alentejano.

O perfil da mulher alentejana, as suas implicações sociais e o seu lugar cativo no núcleo temático de várias vivências populares e socioculturais da região, em especial nesta manifestação cultural, são conteúdos abordados nesta obra pela autora.

Assim, esta publicação procura principalmente divulgar, de forma geral, esta prática tradicional, já considerado Património Cultural e Imaterial da Humanidade pela UNESCO.

O evento, com início às 17h30, irá contar também com a atuação do Grupo Coral Jovem da Vidigueira, que vê esta iniciativa como «excelente» já que «tudo o que ajude a promover o Cante é de mérito».

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.