Diario do Sul
diario jornal

Viana do Alentejo

Prevenção dos maus tratos infantis em debate

O Cineteatro Vianense vai acolher na próxima 2ª feira, 24, o encontro Prevenir os Maus Tratos na Infância e na Juventude – Como agir?, promovido pela Rede Europeia Anti Pobreza (EAPN) em colaboração com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) e o Município de Viana do Alentejo.

Fonte: CM Viana do Alentejo

18 Outubro 2016 | Publicado : 11:46 (18/10/2016) | Actualizado: 11:55 (18/10/2016)

De acordo com a organização “a iniciativa pretende empreender uma reflexão conjunta sobre o combate a prevenção das situações de maus tratos na infância e na juventude e reforçar estratégias para que o combate seja, cada vez mais, efetivo e eficaz”.

A sessão de abertura está marcada para as 9.30 horas e, para além do presidente da Câmara Municipal de Viana do Alentejo, Bengalinha Pinto, vão estar presentes, o presidente da Direção da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção de Crianças e Jovens, Armando Leandro, o presidente da Direção da EAPN Portugal, o padre Agostinho Moreira, a diretora do Centro Distrital de Segurança Social de Évora, Sónia Ramos e um representante da CPCJ de Viana do Alentejo.

“Em cima da mesa vão estar durante a manhã, para além da pobreza infantil e o papel da EAPN Portugal, os planos de intervenção dos maus tratos infantis na infância e na juventude e ainda as experiências de intervenção na Prevenção dos Maus Tratos na Infância e na Juventude”, esclarece o Município de Viana do Alentejo.

Para a tarde estão agendados dois 'workshops'. O primeiro irá abordar os Planos Integrados de Prevenção dos Maus Tratos na Infância e na Juventude. A identificação das situações de maus tratos e fatores de risco e de proteção é o tema do segundo.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.