Diario do Sul
diario jornal

NESTE NATAL DÊ UM BRINQUEDO!

O projeto “Natal a Brincar”, a decorrer de 18 de novembro a 9 de dezembro, vem provar que o Pai Natal existe!

Fonte: Câmara Municipal de Estremoz

22 Novembro 2016 | Publicado : 10:00 (22/11/2016) | Actualizado: 11:04 (22/11/2016)

Existe e vive dentro do coração de cada um de nós. Há cada vez mais crianças que, mesmo vivendo junto das suas famílias, não têm possibilidades financeiras para terem, um pouco, daquilo que muitas vezes damos em excesso aos nossos filhos. São famílias no limite, que amam os seus filhos, mas precisam de ser ajudadas. Estas crianças muito raramente recebem uma prenda comprada a pensar nelas. Muitas delas nunca abriram um embrulho com um laço, nunca tiveram um brinquedo novo, sempre herdaram brinquedos que já foram de outros meninos. Nunca um brinquedo foi só delas.

Vamos incluir estas crianças na nossa lista de presentes deste ano?

Vamos comprar uma boneca, uma bola, um carrinho ou um livro e oferecer à Margarida, ao Afonso, ao Manuel ou à Teresa?

Torne real a Magia do Natal para uma destas crianças oferecendo-lhe uma prenda. Compre-a a pensar na criança que escolheu e, depois de embrulhada, deixe-a num dos pontos de recolha dos brinquedos (Fernanda Maria Pires Carvão Cabeleireiros, Rosa Cabeleireiros, Tiago Cabaço Winery e Posto de Turismo de Estremoz).

Nos dias que antecedem o Natal, a Câmara Municipal de Estremoz e o Agrupamento de Escolas de Estremoz, encarregam-se de fazer chegar os embrulhos aos responsáveis por essas crianças, para que cada menina e menino abra o seu presente apenas na noite de Natal. Talvez o único presente da noite.

Esta iniciativa é uma organização da Câmara Municipal de Estremoz, com a parceria do Intermarché de Estremoz, de Fernanda Maria Pires Carvão Cabeleireiros, de Rosa Cabeleireiros e de Tiago Cabaço Winery.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.