merida enamora 2
Diario do Sul
Twitter rectangular

Évora

Canaviais “sede” da Tiborna

Na Casa do Povo

09 Janeiro 2017 | Fonte: Nota de Imprensa

A Casa do Povo dos Canaviais anunciou, no passado sábado, que vai criar o Núcleo dos Amigos da Tiborna, com o objectivo de preservar e dar a conhecer esta iguaria da gastronomia alentejana.

O anúncio, feito pela presidente da direcção da Casa do Povo dos Canaviais, Ana Pedrosa, na presença do vereador da cultura da Câmara Municipal de Évora, Eduardo Luciano, ocorreu durante a 13ª edição da Prova de Vinhos, Sopas, Doces e Licores tradicionais alentejanos, que se realizou este fim-de-semana.

“Reza a história da nossa freguesia que em tempos houve aqui um lagar. Pão de grande qualidade também não falta, daí que foi fácil reunir uma série de amigos e de apreciadores de Tiborna para começar a dinamizar este núcleo”, esclareceu.

Ana Pedrosa, que foi recentemente reeleita para o cargo, lembrou ainda que recentemente, no âmbito de uma actividade da Universidade Popular Túlio Espanca, realizada na sede da Casa do Povo, “os alunos ficaram a conhecer a Fileira do Azeite e a sua importância para o desenvolvimento económico da região, terminando aula com uma tiborna”.

“Aguçado e lembrado o paladar das tibornas de outrora, a ideia de criar um núcleo dos amigos desta iguaria tradicional alentejana começou também aqui a ganhar forma e agora é uma realidade”, disse ainda Ana Pedrosa.

Esta dirigente associativa revelou ainda que no horizonte está em aberto a possibilidade de ser constituída formalmente a Confraria da Tiborna, que “faria todo o sentido já que o Alentejo é a região que, modéstia à parte, produz o melhor azeite e o melhor pão do Mundo”.

A Tiborna consiste em regar com azeite de grande qualidade pão acabado de cozer e a sair do forno, polvilhando-se com açúcar ou sal.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.