Diario do Sul
diario jornal

No âmbito do Évora “Cãovida”

Utentes da A.R.A.S.S. voluntários no Canil Municipal

Um grupo de utentes da Associação de Reabilitação, Apoio e Solidariedade Social (A.R.A.S.S.) passou parte da tarde de quarta-feira no Canil Municipal ajudando os funcionários do município nas diversas tarefas ali desenvolvidas.

Fonte: Redação

16 Janeiro 2017

Esta iniciativa, que ocorre no âmbito do Projeto Évora CãoVida, possibilitou o contacto deste grupo de cidadãos com o dia-a-dia do Serviço Veterinário Municipal, tendo alimentado, passeado e contactado de perto com alguns dos cães e gatos disponíveis para adoção.

Acompanhados pela veterinária municipal, que fez o enquadramento técnico do serviço, e apoiados pelos voluntários do Projeto Fiel, os amigos da A.R.A.S.S criaram de imediato uma enorme empatia com os animais residentes no Canil Municipal, disponibilizando-se para regressar e para desenvolver alguns trabalhos sobre a temática da adoção responsável.

Recorde-se que a Câmara Municipal de Évora está a desenvolver, com várias instituições públicas e privadas, o projeto “Cãovida”, que visa promover a posse responsável e o combate à sobrepopulação de cães e gatos no concelho de Évora, em benefício da saúde pública do município.

O projeto Évora “Cãovida” propõe-se convocar todos os munícipes para práticas de coparticipação em ações comunitárias de saúde, social e de cidadania.

Neste âmbito, já foram desenvolvidas algumas ações de enorme sucesso, designadamente o programa Esterilizar Social, as sessões mensais de treino canino, cuja próxima ocorre este sábado no Bairro do Bacelo, a partir das 11h00, entre outras.

O Évora “Cãovida” reúne, para além da Câmara, as juntas de freguesia, Associação de Estudantes de Medicina Veterinária da Universidade de Évora, Unidade de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde do Alentejo Central e outros profissionais da área, escolas, faculdades, empresas, associações, grupos cívicos e religiosos.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.