merida enamora 2
Diario do Sul
Twitter rectangular

Viana do Alentejo

Livro sobre forais manuelinos apresentado em Viana do Alentejo

19 Janeiro 2017 | Fonte: Nota de Imprensa

No passado dia 14 de janeiro, pelas 16h00, foi apresentado na Sociedade Vianense o livro “Os Forais Manuelinos de Aguiar e de Viana do Alentejo: 500 anos”, da autoria de Fátima Farrica e Francisco José Baião, com chancela da Caleidoscópio, editado pela Câmara Municipal de Viana do Alentejo com o apoio das Juntas de Freguesia de Aguiar e de Viana do Alentejo e da Santa Casa da Misericórdia de Viana do Alentejo.
A iniciativa surgiu no âmbito das Comemorações dos 500 anos da atribuição destes forais que tiveram lugar no ano passado com um conjunto de atividades que culminou com a apresentação desta obra, e foi incluída no programa das Comemorações do 119º aniversário da Restauração do Concelho que decorreu de 13 a 15 de janeiro.
As comemorações da atribuição dos forais visaram o conhecimento sobre o passado de duas das freguesias do concelho e a sensibilização para a importância da preservação do seu património, quer junto da população, quer junto de quem visita o concelho.
Presentes no lançamento do livro estiveram, para além da autora Fátima Farrica e de Joana Baião, em representação, de Francisco Baião, o outro autor da obra, o presidente do Município de Viana do Alentejo, Bengalinha Pinto, o presidente da Junta de Freguesia de Aguiar, António Inácio Lopes, o presidente da Junta de Freguesia de Viana do Alentejo, Joaquim Viegas, e o diretor da editora Caleidoscópio, Jorge Ferreira.
O livro de 237 páginas está dividido em 4 partes: Aguiar entre os séculos XIII e XVI, o nascimento de Viana, no tempo dos forais manuelinos e o fac-símile, onde se reproduzem os textos dos forais de Leitura Nova outorgados pelo rei D. Manuel I, em 1516.
A edição deste livro vem ainda no seguimento do projeto Conhecer a História, iniciado pelo Município de Viana do Alentejo, em 2013, com o apoio das Juntas de Freguesia e que visa a investigação, a preservação e a divulgação da história e do património do concelho.
Na mesma sessão foram ainda apresentadas as medalhas comemorativas dos 500 anos dos Forais Manuelinos de Aguiar e de Viana do Alentejo, da autoria do escultor José Teixeira. As medalhas foram concebidas com base nos elementos identitários e patrimoniais do concelho e de cada freguesia. A medalha alusiva aos 500 anos do foral de Viana tem como fio condutor a ideia de Viana como terra fértil, propícia ao cultivo de cereais, olival e vinha e a abundância de água. Já a medalha de Aguiar baseia-se no foral atribuído há 500 anos, recorrendo à imagem fac-símile utilizando uma das esferas armilares, o caracol, a flor, as borboletas e outros motivos identitários do lugar, ligados, nomeadamente, ao cultivo do olival, à abundância de água e ao monumento megalítico (Anta).

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.