merida enamora 2
Diario do Sul
diario jornal

Évora

Câmara planta sete centenas de árvores

A Câmara Municipal de Évora iniciou já o processo de plantação de novas árvores e a substituição de outras que, quando estiver terminado, significará um total aproximado de sete centenas de novas árvores plantadas no concelho.

03 Fevereiro 2017 | Fonte: Câmara Municipal de Évora

Esta quarta-feira, dia 1 de Fevereiro, o executivo municipal esteve na Escola EB1 do Rossio a acompanhar a plantação de 13 árvores (nove Lódão, Lódão-bastardo e quatro Jacarandá), que foram colocadas no espaço onde dantes estiveram outras espécies que tiveram de ser abatidas.

A presença dos autarcas visou reforçar a importância do envolvimento da comunidade escolar (alunos, professores e funcionários) na plantação das novas árvores, sensibilizando-a para a sua importância e para os cuidados a ter.

De salientar que as espécies anteriormente abatidas deram lugar a originais bancos de jardim que já estão instalados na zona de recreio da escola. Em conversa informal com alguns dos alunos presentes, o Presidente da Câmara Municipal de Évora, Carlos Pinto de Sá, evidenciou a importância das árvores que, mesmo depois de mortas, contrariando a ideia do desperdício, podem ter um excelente aproveitamento, para além do uso em compostagem. Esta escola, aliás, também já tem dois locais destinados a esta função.

O Lódão, uma árvore de folhas caducas, é uma árvore muito resistente à poluição. A sua madeira é muito utilizada para a produção de cabos para ferramentas, remos e tonéis. É também conhecida por Ginginha-do-Rei devido aos seus frutos, que são doces e comestíveis. O seu crescimento é lento: em dez anos pode crescer 1,5 m em altura. Em termos de longevidade pode chegar aos 600 anos de idade.

O Jacarandá, igualmente de folhas caducas, é uma espécie originária do Brasil, Argentina e Bolívia. É uma árvore muito utilizada para a arborização urbana, caracterizada pela rusticidade, floração decorativa e crescimento rápido. Pode ser utilizada na ornamentação de ruas, calçadas, praças e parques. Possui uma madeira de excelente qualidade de cor rosada, muito dura, pesada, compacta e de longa durabilidade muito utilizada por exemplo na indústria de mobiliário, pisos laminados, instrumentos musicais e em aplicações no interior de automóveis de luxo. Os seus frutos são utilizados no artesanato para confeção de bijuterias.

A plantação das novas 13 árvores da Escola EB 1 do Rossio terminou com os alunos a abraçarem simbolicamente uma das árvores.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.