merida enamora
Diario do Sul
El Faro Familia

Em Reguengos de Monsaraz e Viana do Alentejo e na ligação a Lucefecit – Alandroal

PCP confirma avanço de circuitos hidráulicos em Alqueva

02 Maio 2017

“Os circuitos hidráulicos de Reguengos de Monsaraz e Viana do Alentejo vão avançar, estando em discussão com o Banco Europeu de Investimento (BEI) as condições de financiamento do investimento”, confirmou, na passada quarta-feira, o deputado do PCP eleito pelo distrito de Évora, João Oliveira, na audição do ministro da Agricultura na Assembleia da República.

Em relação à Barragem de Lucefecit, em Alandroal, também foi confirmada, pelo Partido Comunista Português, “a possibilidade de avançar nos próximos meses a ligação à Barragem de Alqueva, bem como o alargamento do perímetro de rega”.

O PCP recordou “a importância de concretizar os circuitos hidráulicos de Reguengos de Monsaraz e de Viana do Alentejo de forma a aproveitar potencialidades produtivas existentes naqueles dois concelhos” e nesse sentido afirmou, “na audição, que estão criadas condições para serem lançados em breve os concursos para adjudicação das obras, logo que haja resposta positiva à candidatura apresentada ao BEI”.

João Oliveira referiu que “foi apresentada em setembro de 2016 uma candidatura ao Plano Juncker para financiamento do alargamento a novos perímetros, incluindo os de Reguengos de Monsaraz e Viana do Alentejo”, salientando que “tendo essa candidatura passado uma primeira fase de avaliação, encontra-se agora na fase seguinte de análise, esperando-se apreciação positiva”.

Frisou ainda que “logo que essa apreciação se confirme, o que se espera para breve, serão lançados os concursos para adjudicação das obras”.

No que diz respeito à Barragem de Lucefecit, em Alandroal, o deputado lembrou que “já se encontra aprovado o investimento na sua requalificação”, focando o PCP as questões que colocou a sucessivos governos sobre “a ligação à Barragem de Alqueva, tendo sempre obtido resposta negativa com a justificação de que o aproveitamento do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva não previa a ligação a barragens situadas a montante da Barragem de Alqueva”.

Este partido voltou a sublinhar que “o problema da falta de volume da Barragem de Lucefecit se mantém e continua a afetar o sucesso das campanhas agrícolas, a planificação de investimentos agrícolas a realizar, bem como o aproveitamento de outras potencialidades existentes”, tendo, por isso, confirmado “a possibilidade de vir a concretizar-se a ligação à Barragem de Alqueva e o alargamento da área do perímetro de rega”.

Segundo o PCP, “sendo conhecida a intenção da Associação de Beneficiários de apresentar uma candidatura, até final do mês de maio, para investimento naquele perímetro de regra, ficou confirmado que, desde que a candidatura preveja a ligação à Barragem de Alqueva e o aumento da área do perímetro e cumpra os critérios de seleção, há condições para que possa avançar até julho”.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.