Diario do Sul
Twitter rectangular

Projeto prevê criação de startups inovadoras baseadas em tecnologias

Concurso de ideias “Big Smart Cities” passou por Évora

O PCTA – Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo, em Évora, acolheu o terceiro Big City Challenge realizado este ano no âmbito do concurso de ideias “Big Smart Cities”.

Autor :Marina Pardal

26 Maio 2017

"Projeto Viver Sénior"

" id="1535-projeto-viver-senior" data-full="/m/r/x960/media/files/1535_cavaquinhos-arraiolos.jpg" title=""Projeto Viver Sénior"" >

Conferência sob o tema: "Évora, meio século de Pastoral extra-muros"

" id="1563-conferencia-sob-o-tema-evora-meio-seculo-de-pastoral-extra-muros" data-full="/m/r/x960/media/files/1563_conferencia-d-francisco-senra.jpg" title="Conferência sob o tema: "Évora, meio século de Pastoral extra-muros"" >

"ROTA DOS MÁRMORES(R)” 2017 - VII Passeio de Primavera

" id="1626-rota-dos-marmoresr-2017-vii-passeio-de-primavera" data-full="/m/r/x960/media/files/1626_cartaz-estremoz-2017-artboa.jpg" title=""ROTA DOS MÁRMORES(R)” 2017 - VII Passeio de Primavera" >

Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo

" id="1660-diario-do-sul-apresenta-hoje-como-capa-falsa-o-suplemento-imobiliario-century-21-porta-do-alentejo" data-full="/m/r/x960/media/files/1660_capa-falsa1.jpg" title="Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo" >

Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo

" id="1661-diario-do-sul-apresenta-hoje-como-capa-falsa-o-suplemento-imobiliario-century-21-porta-do-alentejo" data-full="/m/r/x960/media/files/1661_capa-falsa1.jpg" title="Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo" >

Exposição "Mirar Portugal"

" id="1964-exposicao-mirar-portugal" data-full="/m/r/x960/media/files/1964_sem-titulo-2.jpg" title="Exposição "Mirar Portugal"" >

Mais de uma dezena de ideias foi apresentada nesta sessão por terras alentejanas, tendo sido escolhidos dois finalistas, os projetos Tibu e Sesta.

Na final nacional, em Lisboa, que vai decorrer a 11 de julho, vão estar em competição 20 projetos, que podem ser de ideias em desenvolvimento ou já concretizadas.

Mas afinal o que é o “BIG Smart Cities”? Segundo uma nota de imprensa deste concurso, “é uma das mais prestigiadas competições de empreendedorismo, promovida pela Vodafone e Ericsson, para a criação de startups inovadoras baseadas em tecnologias, no âmbito das smartcities (cidades inteligentes), que pretendem melhorar a vida dos cidadãos”.

Nos Big City Challenges, os participantes tiveram acesso a workshops e mentoria e tiveram de apresentar as suas ideias. As duas melhores em cada local foram premiadas com 500 euros e acesso direto à Grande Final Nacional.

De acordo com a informação disponibilizada, “o prémio final é no valor de dez mil euros”, contemplando também “uma viagem a um dos Polos de Inovação da Ericsson na Europa, um espaço de trabalho e período de aceleração no Vodafone Power Lab durante 6 meses e acesso à cidade experimental para teste”.

À margem do evento que decorreu em Évora, Ana Gagean, responsável pelo projeto Big Smart Cities, deu alguns pormenores sobre este concurso.

“O Big Smart Cities nasceu de uma vontade enorme de melhorarmos as cidades e de percebemos que a tecnologia estava a mudar muitas coisas e muitas formas de viver”, explicou Ana Gagean.

Acrescentou que “decidimos que a nossa missão era podermos ajudar e dar algum apoio a estas tecnologias que estão a nascer para melhorar as cidades”.

Nesse sentido, a mesma responsável realçou que “o nosso programa é de pré-aceleração”, esclarecendo que “nós ajudamos estas ideias e projetos a serem montados”.

A esse respeito, evidenciou ainda que “os projetos apresentados têm de ser tecnológicos e têm de ter obrigatoriamente a missão de melhorar a vida das pessoas nas cidades”.

Segundo Ana Gagean, “além disso, somos também um concurso, pois acreditamos que estes prémios podem ser uma alavanca para transformar uma ideia numa start-up”.

Quanto à sessão em Évora, referiu que “este foi o terceiro City Challenge realizado este ano, que no total passou por cinco cidades”.

A mesma responsável focou que “estivemos localmente à procura de projetos, a ouvi-los diretamente, em vez deles fazerem uma candidatura on-line”

Explicitou que “os City Challenge são como um processo de candidatura, em que escolhemos dois em cada cidade, o que perfaz dez”, realçando que “depois vamos avaliar também as candidaturas on-line e escolher mais dez projetos, que vão ser conhecidos no dia 30 de maio”.

Ana Gagean sublinhou que “a seguir começa o programa de pré-aceleração, que é aquilo que é o Big Smart Cities, em que vamos estar com eles durante seis semanas (fim de semana sim, fim de semana não) a trabalhar nos modelos de negócios deles, nas suas apresentações e no protótipo”, garantindo que “queremos dar-lhes todas as ferramentas e todo o apoio que pudermos”.

Assegurou também que “procuramos que estas equipas consigam tornar o seu projeto sustentável, pois uma ideia pode ser gira, mas se o problema que estão a resolver não for relevante a probabilidade de serem escolhidos não é assim tanta”.

A mesma responsável mencionou ainda que “no dia da final, a 11 de julho, quando ouvirmos os 20 finalistas, além de serem avaliados pela sua apresentação, também vão ser avaliados pela qualidade do protótipo que criarem”.

 

 

Ana Gagean, responsável pelo projeto Big Smart Cities.

Concurso de ideias “Big Smart Cities” passou por Évora

Concurso de ideias “Big Smart Cities” passou por Évora

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.