Diario do Sul
diario jornal

Livro tem imagens de vários monumentos para colorir

Maria Helena e Nuno Cabral lançam “Évora para pintar”

A ideia já não era nova e há bastante tempo que fazia parte dos planos do casal Maria Helena e Nuno Cabral. Publicar um livro com imagens para colorir sobre a sua cidade.

Autor :Marina Pardal

26 Maio 2017

"Projeto Viver Sénior"

" id="1535-projeto-viver-senior" data-full="/m/r/x960/media/files/1535_cavaquinhos-arraiolos.jpg" title=""Projeto Viver Sénior"" >

Conferência sob o tema: "Évora, meio século de Pastoral extra-muros"

" id="1563-conferencia-sob-o-tema-evora-meio-seculo-de-pastoral-extra-muros" data-full="/m/r/x960/media/files/1563_conferencia-d-francisco-senra.jpg" title="Conferência sob o tema: "Évora, meio século de Pastoral extra-muros"" >

"ROTA DOS MÁRMORES(R)” 2017 - VII Passeio de Primavera

" id="1626-rota-dos-marmoresr-2017-vii-passeio-de-primavera" data-full="/m/r/x960/media/files/1626_cartaz-estremoz-2017-artboa.jpg" title=""ROTA DOS MÁRMORES(R)” 2017 - VII Passeio de Primavera" >

Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo

" id="1660-diario-do-sul-apresenta-hoje-como-capa-falsa-o-suplemento-imobiliario-century-21-porta-do-alentejo" data-full="/m/r/x960/media/files/1660_capa-falsa1.jpg" title="Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo" >

Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo

" id="1661-diario-do-sul-apresenta-hoje-como-capa-falsa-o-suplemento-imobiliario-century-21-porta-do-alentejo" data-full="/m/r/x960/media/files/1661_capa-falsa1.jpg" title="Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo" >

Exposição "Mirar Portugal"

" id="1964-exposicao-mirar-portugal" data-full="/m/r/x960/media/files/1964_sem-titulo-2.jpg" title="Exposição "Mirar Portugal"" >

Assim nasceu “Évora para pintar”, um livro dirigido para o público mais jovem, mas também para os muitos turistas que visitam a cidade ou para aqueles que gostam deste passatempo.

Esta obra faz parte da Portuguese Memories, “um projeto de paixa?o e dedicac?a?o ao patrimo?nio e cultura”, explicam os promotores no site da empresa, adiantando que “procuramos inovar na forma de criação de conteúdos de transmissão da História”.

A sessão de apresentação do livro decorreu no dia 11 de maio, na Sala dos Leões da Câmara Municipal de Évora, um espaço que tem acolhido habitualmente este tipo de iniciativas.

Em declarações ao Grupo Diário do Sul, Nuno Cabral realçou que “primeiramente, o livro foi pensado para crianças, mas com o ‘boom’ turístico que Évora tem tido e gostando nós muito de património, decidimos que o livro poderia abarcar um público mais variado e chegar também aos turistas, por exemplo”.

Nesse sentido, explicou que “nas figuras para pintar encontramos umas mais infantis e outras têm um traço menos infantil”, salientando que “o livro está em quatro idiomas (português, espanhol, inglês e francês)”.

Nuno Cabral destacou também que “à medida que fui pesquisando para fazer o livro, fui descobrindo curiosidades que nem eu próprio sabia”, frisando que “as imagens são acompanhadas por pequenas frases que descrevem o monumento / local ou contam alguma curiosidade, mas sem ser muito ‘maçudo’”.

De acordo com o coautor da obra, “nós não somos historiadores, mas gostamos muito do património, pelo que fizemos um livro que, não sendo histórico, inclui curiosidades históricas”.

Como tal, Nuno Cabral focou que “todas as páginas remetem para o site (www.portuguese-memories.pt) que foi criado na empresa e com código QR vai dar diretamente à página, onde há uma descrição maior e a fonte dessa informação”.

Este é o primeiro livro de Maria Helena e Nuno Cabral, que nas suas vidas profissionais não estão ligados a estas áreas. No entanto, o gosto pelo património já é antigo e a vontade de criar um livro como este também.

“Já há alguns anos fizemos uma viagem a Veneza e trouxemos um livro com umas gravuras infantis, e ficou sempre a vontade de fazer algo do mesmo género sobre Évora”, contou o coautor.

Acrescentou ainda que “os desenhos foram feitos por uma empresa gráfica, consoante aquilo que nós idealizámos”, referindo que “no livro estão representados cerca de 20 monumentos, lugares ou símbolos”.

Palácio da Inquisição, Palácio de Cadaval, Templo Romano, Praça do Giraldo ou o Brasão de Évora são algumas das figuras que se encontram na obra.

Segundo Nuno Cabral, “o livro está construído de uma forma cronológica, desde a Pré-história até ao Património Mundial”.

Evidenciou também que “tem algumas particularidades, como o facto de ter um espaço livre para que ao passar por esses monumentos seja carimbada a presença”.

A sessão de apresentação de “Évora para pintar” contou com a presença do vereador da Cultura do Município de Évora, Eduardo Luciano.

O autarca recordou que “a Sala dos Leões, que nós quisemos transformar em mais um espaço de acesso público, tem vindo ao longo destes anos a afirmar-se quase como um sítio por excelência para apresentação de livros e de outros projetos que os cidadãos queiram trazer até nós”.

Sustentou que “mais uma vez foi isso que aconteceu, tratando-se de um livro muito ligado aos mais novos”.

Eduardo Luciano disse que “pretende promover e divulgar o património com uma leitura do património simples e descomplexada, mas que esperamos que leve mais gente, sobretudo os mais jovens, a olhar para o património não como algo intocável, mas como algo que é para fruir, que faz parte da nossa memória e que podemos projetar no nosso futuro”.

O vereador da Câmara de Évora, Eduardo Luciano, e os autores da obra, Nuno e Maria Helena Cabral.

Maria Helena e Nuno Cabral lançam “Évora para pintar”Maria Helena e Nuno Cabral lançam “Évora para pintar”

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.