merida enamora 2
Diario do Sul
Twitter rectangular

Discutidas as orientações para os próximos três anos

9ª Conferência Sindical da USDE/CGTP-IN juntou mais de 60 delegados

A 9ª Conferência Sindical da União dos Sindicatos do Distrito de Évora/CGTP-IN juntou mais de 60 delegados para discutir o trabalho realizado nos últimos três anos, ao mesmo tempo que foi perspetivada a ação para o próximo triénio.

Marina Pardal

06 Junho 2017

Neste encontro foi ainda eleita a nova Direção da USDE/CGTP-IN.

A iniciativa decorreu na passada quinta-feira, no Palácio D. Manuel em Évora, e teve como lema “Avançar na organização, Defender, Repor e Conquistar direitos! Com os trabalhadores uma política de Esquerda e Soberana!”.

No final da conferência, Valter Lóios, coordenador da USDE/CGTP-IN, explicou que “realizamos esta conferência sindical de três em três anos e tem como objetivo eleger a Direção da União e apontar as linhas e o programa de ação para o próximo triénio”.

Salientou ainda que “aproveitamos também para fazer o ponto da situação do trabalho desenvolvido entre as conferências”.

Segundo o mesmo responsável, “neste encontro discutimos o nosso relatório de atividades com o balanço dos três anos da nossa ação, uma ação que caracterizámos por uma grande concretização dos objetivos que tínhamos traçado na conferência anterior”.

A esse respeito, adiantou que “há três anos, um dos objetivos propostos era conseguir romper com a política de direita, o qual foi atingido”, revelando que “apontámos o trabalho futuro numa linha de continuidade”.

Valter Lóios realçou ainda que “nos últimos três anos, a nossa organização cresceu, sindicalizámos cerca de 1400 trabalhadores, elegemos mais de 130 novos delegados sindicais e 30 representantes dos trabalhadores”.

Constatou que “desenvolvemos a luta reivindicativa a partir das empresas e dos locais de trabalho”, especificando que “no plano da luta mais geral, reforçámos a nossa organização com este reforço de sindicalização e de eleição de delegados sindicais, sendo um trabalho que perspetivamos dar continuidade nos próximos três anos e que assenta na mesma linha de intervenção”.

O coordenador da USDE/CGTP-IN evidenciou que “chegámos a esta conferência com 20 sindicatos a intervir no plano do distrito, nos mais diversos setores, do público ao privado e com uma grande ligação aos problemas”, frisando ainda que “tivemos 68 delegados inscritos na conferência”.

De acordo com o mesmo dirigente, “para o próximo triénio, definimos como objetivos o reforço da sindicalização, propusemos dois mil novos sócios e também a eleição de mais delegados sindicais”.

Quanto à eleição da nova Direção da USDE/CGTP-IN para os próximos três anos, Valter Lóios disse que “a Direção continua a ser composta por 17 elementos, nove do setor privado e oito do setor público, estando 11 setores na Direção dos sindicatos”.

Explicitou ainda que “vamos ter a primeira reunião e a tomada de posse no dia 9 deste mês, onde iremos discutir a composição dos órgãos”.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.