Diario do Sul
Twitter rectangular

Mais de 200 participantes ao longo de dois dias

CIMAC promove conferência sobre cultura e ecossistemas criativos

O Teatro Garcia de Resende, em Évora, é o “palco” da conferência internacional “Connecting Creative Ecosystems”, que começou ontem e se prolonga pelo dia de hoje.

Autor :Marina Pardal

08 Junho 2017

"Projeto Viver Sénior"

" id="1535-projeto-viver-senior" data-full="/m/r/x960/media/files/1535_cavaquinhos-arraiolos.jpg" title=""Projeto Viver Sénior"" >

Conferência sob o tema: "Évora, meio século de Pastoral extra-muros"

" id="1563-conferencia-sob-o-tema-evora-meio-seculo-de-pastoral-extra-muros" data-full="/m/r/x960/media/files/1563_conferencia-d-francisco-senra.jpg" title="Conferência sob o tema: "Évora, meio século de Pastoral extra-muros"" >

"ROTA DOS MÁRMORES(R)” 2017 - VII Passeio de Primavera

" id="1626-rota-dos-marmoresr-2017-vii-passeio-de-primavera" data-full="/m/r/x960/media/files/1626_cartaz-estremoz-2017-artboa.jpg" title=""ROTA DOS MÁRMORES(R)” 2017 - VII Passeio de Primavera" >

Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo

" id="1660-diario-do-sul-apresenta-hoje-como-capa-falsa-o-suplemento-imobiliario-century-21-porta-do-alentejo" data-full="/m/r/x960/media/files/1660_capa-falsa1.jpg" title="Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo" >

Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo

" id="1661-diario-do-sul-apresenta-hoje-como-capa-falsa-o-suplemento-imobiliario-century-21-porta-do-alentejo" data-full="/m/r/x960/media/files/1661_capa-falsa1.jpg" title="Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo" >

Exposição "Mirar Portugal"

" id="1964-exposicao-mirar-portugal" data-full="/m/r/x960/media/files/1964_sem-titulo-2.jpg" title="Exposição "Mirar Portugal"" >

Esta iniciativa, promovida pela Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central (CIMAC), centra-se em temas ligados à cultura, à gestão e programação cultural e às dinâmicas de trabalho em rede.

O foco da iniciativa é debater a noção de ecossistemas criativos, contando para isso com 25 oradores, provenientes de 12 países, e mais de 200 participantes.

Segundo nota informativa da organização, “esta conferência está inserida no programa ‘Alentejo em Cena’, uma iniciativa conjunta da CIMAC com a maioria dos municípios do distrito de Évora, que por sua vez se insere no projeto ‘Valorização, promoção e desenvolvimento do património histórico e cultural de Évora e da região envolvente’, cuja responsabilidade está a cargo da Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo”.

A sessão de abertura contou com a presença de Hortênsia Menino, presidente da CIMAC; Carlos Pinto de Sá, presidente da Câmara de Évora; António Ceia da Silva, presidente da Turismo do Alentejo e Ribatejo; e Ana Paula Amendoeira, diretora regional de Cultura do Alentejo, em representação do secretário de Estado de Cultura, Miguel Honrado.

À margem do evento, Hortênsia Menino explicou que “a realização desta conferência resulta do trabalho que a CIMAC tem vindo a desenvolver na área da cultura e na área criativa, através de um conjunto de projetos de cooperação territorial, mas também da criação de um grupo de trabalho intermunicipal para a cultura que reúne a participação de 13 municípios do Alentejo Central”.

Nesse sentido, referiu que “considerámos que era fundamental podermos associar a experiência e o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido, convidando oradores externos, incluindo internacionais, para fazermos uma reflexão conjunta sobre aquilo que pode ser a intervenção do ponto de vista da política cultural, que elementos e que dimensões devemos trabalhar para valorizar ainda mais a riqueza patrimonial e cultural que o Alentejo tem”.

Hortênsia Menino salientou que “esperamos que o resultado destes dois dias possa ser ainda mais motivador do ponto de vista do trabalho que os municípios e a comunidade intermunicipal têm feito, associando as entidades da região, neste caso a Direção Regional de Cultura do Alentejo e a Turismo do Alentejo e Ribatejo, para que possamos enfrentar melhor este desafio de valorizar ainda mais esta dimensão cultural, encarando-a numa dimensão mais geral do desenvolvimento”.

Por sua vez, Ceia da Silva frisou que “se trata de um projeto de grande âmbito cultural, muito associado à questão do património de toda a zona de Évora e da sua envolvente, que acaba por ser todo o Alentejo”.

Realçou que é “dinamizado por uma comunidade intermunicipal que eu considero com um trabalho muito relevante na área das redes culturais”, constatando que “isto envolve outros projetos como a candidatura de Évora a Capital Europeia da Cultura em 2027 ou a Rede de Museus, um conjunto de projetos no qual também está inserida esta conferência”.

Na sua opinião, “é importante discutir as problemáticas da cultura, a forma como as entidades se devem associar, se devem intervalorizar e como devem trabalhar em conjunto”.

Já Carlos Pinto de Sá, na sua intervenção, considerou de “grande importância que a CIMAC tenha proposto esta conferência exatamente porque o desenvolvimento não pode resultar apenas da vontade de um município, tem de resultar da vontade dos vários municípios e das várias entidades”.

Focou que “as várias entidades que estão presentes no território têm de cooperar, mantendo naturalmente a sua autonomia e as suas diferenças, mas fundamentalmente procurando aquilo que é comum no sentido de garantir a base fundamental para este desenvolvimento”.

Fazendo alusão à mensagem do secretário de Estado, Ana Paula Amendoeira evidenciou que “estamos numa região onde a cultura é motor do desenvolvimento”, apontando que “Évora, cidade Património Mundial, é um dos muitos exemplos, material e imaterial, da riqueza herdada que se apresenta como um desafio para aqueles que acreditam que a história deve ser entendida como algo do presente e que a cultura é capaz de se inscrever de modo orgânico no quotidiano daqueles que dela beneficiam, tanto quanto faz parte da vida daqueles que a fazem”.

 

 

Hortênsia Menino, presidente da CIMAC.

António Ceia da Silva, presidente da Turismo do Alentejo e Ribatejo; Ana Paula Amendoeira, diretora regional de Cultura do Alentejo; e Carlos Pinto de Sá, presidente da Câmara de Évora.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.