acerca otoño 2
Diario do Sul
Twitter rectangular

Iniciativa juntou mais de 60 participantes e apoiou duas instituições

PSP de Évora organizou torneio de futsal solidário

O Comando Distrital da Polícia de Segurança Pública (PSP) de Évora organizou, no passado dia 13 de junho, um torneio de futsal solidário.

Autor :Marina Pardal

21 Junho 2017

"Projeto Viver Sénior"

" id="1535-projeto-viver-senior" data-full="/m/r/x960/media/files/1535_cavaquinhos-arraiolos.jpg" title=""Projeto Viver Sénior"" >

Conferência sob o tema: "Évora, meio século de Pastoral extra-muros"

" id="1563-conferencia-sob-o-tema-evora-meio-seculo-de-pastoral-extra-muros" data-full="/m/r/x960/media/files/1563_conferencia-d-francisco-senra.jpg" title="Conferência sob o tema: "Évora, meio século de Pastoral extra-muros"" >

"ROTA DOS MÁRMORES(R)” 2017 - VII Passeio de Primavera

" id="1626-rota-dos-marmoresr-2017-vii-passeio-de-primavera" data-full="/m/r/x960/media/files/1626_cartaz-estremoz-2017-artboa.jpg" title=""ROTA DOS MÁRMORES(R)” 2017 - VII Passeio de Primavera" >

Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo

" id="1660-diario-do-sul-apresenta-hoje-como-capa-falsa-o-suplemento-imobiliario-century-21-porta-do-alentejo" data-full="/m/r/x960/media/files/1660_capa-falsa1.jpg" title="Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo" >

Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo

" id="1661-diario-do-sul-apresenta-hoje-como-capa-falsa-o-suplemento-imobiliario-century-21-porta-do-alentejo" data-full="/m/r/x960/media/files/1661_capa-falsa1.jpg" title="Diário do SUL apresenta hoje como "capa falsa" o Suplemento Imobiliário Century 21 - Porta do Alentejo" >

Exposição "Mirar Portugal"

" id="1964-exposicao-mirar-portugal" data-full="/m/r/x960/media/files/1964_sem-titulo-2.jpg" title="Exposição "Mirar Portugal"" >

O evento, que apoiou duas instituições da região, decorreu no pavilhão do Juventude Sport Clube, contando com mais de 60 participantes.

Segundo o comissário Afonso Zabumba, “o nosso comando teve a iniciativa de organizar este torneio de futsal inter polícia com seis equipas, uma de cada esquadra da PSP de Évora, incluindo Estremoz”.

O mesmo responsável salientou que “cada participante entregou um bem alimentar que reverteu a favor da Pão e Paz, de Évora, e da Delegação de Estremoz da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP)”.

O comissário Afonso Zabumba realçou ainda que “este é um primeiro evento de muitos que pretendemos realizar”, lembrando que “a vertente da solidariedade é praticada por nós todos os dias, durante o nosso trabalho, embora não de forma tão visível como aconteceu neste caso”.

Por sua vez, o subcomissário Alves reforçou que “esta é uma faceta já conhecida da PSP a nível nacional, pois temos tendência a fazer muitos eventos de cariz solidário”.

De acordo com o mesmo responsável, “este evento em concreto contou com 60 a 70 participantes e teve três objetivos”, adiantando que “um deles foi contribuir para o convívio do pessoal, pois como trabalhamos em diferentes esquadras, nem sempre convivemos aquilo de que gostávamos”.

Acrescentou que “outro dos objetivos foi “incentivar a prática desportiva, já que o desporto é importante em muitos sentidos, nomeadamente para a nossa profissão, quer a nível físico, mas principalmente a nível psicológico”.

Para além disso, “quisemos contribuir para duas instituições, uma de Évora e outra de Estremoz”, explicou o subcomissário Alves, aproveitando para “agradecer o apoio do Juventude Sport Clube na realização deste torneio”.

Após a entrega dos bens às instituições, Rosália Cardanha, presidente da Delegação de Estremoz da CVP, destacou que “esta oferta vem mais uma vez reforçar a relação que a CVP tem com a PSP”, constatando que “para além de ser ótimo porque estamos constantemente a precisar de apoiar pessoas, é um reconhecimento da parceria que temos com a PSP, pois trabalhamos em proximidade e em Estremoz temos algumas situações que é a própria polícia que nos sinaliza como estando a precisarem de apoio”.

Por sua vez, o general Fernando Canha da Silva, um dos fundadores da Pão e Paz e presidente da Assembleia Geral, recordou que “esta instituição particular de solidariedade social vive sem apoio do Estado, contando com a ajuda de algumas entidades e de particulares e depois através destes eventos que contribuem para a nossa causa”.

Evidenciou também que “começámos há meia dúzia de anos a servir 60 almoços e hoje fornecemos cerca de 300 refeições por dia”.

Para o general Canha da Silva, “esta doação por parte da PSP significa que a Pão e Paz é uma instituição que se tem vindo a credibilizar e a adquirir a confiança da população em geral e das instituições, sendo esse apoio fundamental para desenvolvermos este trabalho”.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.