Diario do Sul
Twitter rectangular

Festival assinala 20 anos com espaço ampliado e serviços reforçados

MEO Sudoeste prepara-se para receber a “Tribo” que se junta em torno da música

Autor :Marina Pardal

Fonte: Redação

28 Julho 2017

Faltam poucos dias para milhares de jovens “cumprirem” um dos seus rituais de verão. É a música que faz esta “Tribo” se juntar na Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, durante mais de uma semana.
O 21.º MEO Sudoeste acontece entre 1 e 5 de agosto, mas o campismo está aberto a partir do próximo sábado até 6 de agosto.
Em 2017, assinalam-se duas décadas deste evento, que apresenta algumas novidades e um cartaz com “um elenco perfeito para celebrar 20 anos do maior festival do verão”, de acordo com a organização.
Em nota de imprensa é realçado que “para os 20 anos de festival, este espaço foi ampliado, com o nivelamento de uma parte muito significativa da sua área, foi duplicada a área pavimentada das margens do canal que serve de praia fluvial durante o festival, foram criadas novas áreas de lazer e de programação, e reforçados os serviços ao público”.
Outro ponto focado é que “temos um campismo com maiores e melhores áreas de estar, lazer e entretenimento e foi essa a área eleita para albergar a grande novidade da programação deste ano, a Vila Santa Casa”.
A organização explica que “a Vila Santa Casa é o novo espaço de programação do festival, com aposta nas artes performativas e na ligação com o espaço natural através da expressão criativa, envolvendo a comunidade local e os festivaleiros”.
Acrescenta ainda que “depois de várias edições apostando nos novos talentos da música nacional, a Santa Casa, enquanto mecenas e impulsionador dos jovens artistas portugueses, aposta agora na inclusão de novas áreas de expressão artística, trazendo para o MEO Sudoeste as artes performativas e o estímulo à ligação criativa com o ambiente natural da Costa Vicentina”.
Para além destas novidades, o MEO Sudoeste centra-se, naturalmente, na música, que começa logo a tocar no dia 29 de julho no Palco Super Bock, situado no campismo e que este ano foi ampliado.
Em termos de programação, destaca-se que no dia 1 de agosto, decorre a Noite de Receção ao Campista, também no Palco Super Bock, com programação assegurada pela Mega Hits.
Segundo a organização, “pelo Palco MEO vão passar grandes estrelas internacionais”, evidenciando, no dia 2, a presença de The Chainsmokers, Richie Campbell, Mac Miller e Matias Damásio.
No dia 3, estão previstas as atuações de DJ Snake, Marshmello, Two Door Cinema Club e Mishlawi.
No dia seguinte, o programa deste palco contempla Martin Garrix, Lil Wayne, Crystal Fighters e Dua Lipa.
Para o último dia, 5 de agosto, os nomes em destaque são Jamiroquai, April Ivy, Afrojack e Dengaz.
Por outro lado, “o Palco LG aposta em grandes talentos da nova música nacional”, garante a organização, adiantando que “o Palco Moche X Spot leva ao MEO Sudoeste as maiores festas da noite pela mão da equipa do Festival Village”.
Quanto a outras componentes do festival, os organizadores salientam o facto do “MEO pôr a tecnologia ao serviço da Tribo”, exemplificando com “a existência de 15 hectares de cobertura WiFi, da App MEO SW 2017, dos pontos de carregamento de telemóveis ou do Chat Bot – M2SW, o primeiro assistente virtual de um festival em Portugal que, recorrendo ao Messenger do Facebook, vai permitir que os festivaleiros esclareçam as suas dúvidas”.
Foram também reforçados vários serviços, como “o aluguer de cacifos e bicicletas, o PATiO Somersby que ocupa o canal, a Cafetaria Bagga garante os melhores pequenos-almoços, o Continente Online faz entregas no campismo, o Car Camping diário disponível em Blueticket.pt e nos locais habituais e a CP e XBus permitem compra simultânea de bilhete + transporte”.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.