Diario do Sul
Twitter rectangular

EDIA COORDENA RETIRADA DE PEIXES EM ALBUFEIRAS DO ALENTEJO

21 Agosto 2017 | Publicado : 14:43 (21/08/2017) | Actualizado: 14:51 (21/08/2017)

A remoção de peixes em albufeiras cuja cota é reduzida, por forma a prevenir eventuais episódios de mortalidade piscícola e degradação da qualidade da água, foi uma das medidas aprovadas pela Comissão de Gestão de Albufeiras e da Comissão Permanente de Prevenção, Monitorização e Acompanhamento dos Efeitos da Seca.
O início dos trabalhos está previsto para a semana de 21 de agosto, sendo que foram consideradas como prioritárias as albufeiras da Vigia e do Monte de Rocha, origens de água para abastecimento público.
Por solicitação da APA – Agência Portuguesa do Ambiente, a EDIA assume a coordenação das operações de remoção de peixes em albufeiras que não fazem parte do Sistema Global de Alqueva, nomeadamente nas albufeiras da Vigia, Monte da Rocha, Pego do Altar e Divor.
Neste momento, a EDIA já iniciou operações similares em algumas albufeiras do Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva, nomeadamente: Álamos, Penedrão e Pisão, uma vez que no âmbito da gestão do Empreendimento e das transferências de água em curso para os perímetros de rega confinantes, estas albufeiras estão sujeitas a uma redução do volume armazenado.
Até à data foram retiradas das albufeiras afetas ao Sistema de Alqueva cerca de 14 toneladas de peixe.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.