Diario do Sul
diario jornal

APAV apresenta novo website: Apoio à Vítima Migrante e de Discriminação

Fonte: Nota de Imprensa

11 Setembro 2017

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima acaba de disponibilizar online um novo site, uma nova página dedicada à Rede de Apoio à Vítima Migrante e de Discriminação.


A Rede de Apoio a Vítimas Migrantes e de Discriminação é uma sub-rede especializada da APAV dedicada ao apoio a pessoas de nacionalidade não portuguesa - imigrantes, refugiados ou que se encontrem em Portugal temporariamente por outros motivos - que tenham sido vítimas de qualquer tipo de crime. É ainda especializada na intervenção em alguns tipos de crime, independentemente da nacionalidade da vítima, nomeadamente: tráfico de pessoas, mutilação genital feminina, casamento forçado, crimes de ódio e discriminação, bem como nas situações de discriminação enquanto contra-ordenação.


Criada no seguimento dos projectos focados no apoio a vítimas migrantes e de discriminação que a APAV tem vindo a desenvolver desde 2005, esta rede promove a continuidade desta resposta especializada e possibilita uma melhor articulação de esforços no apoio específico, tendo actualmente como integrantes a Unidade de Apoio à Vítima Migrante e de Discriminação de Lisboa, a Unidade de Apoio à Vítima Migrante de Vila Franca de Xira e a Unidade de Apoio à Vítima Migrante e de Discriminação dos Açores.


A nova página da Rede de Apoio a Vítimas Migrantes e de Discriminação disponibiliza informações sobre as Unidades que compõem esta rede e os tipos de apoio que presta, os direitos de imigrantes e estrangeiros vítimas de crime em Portugal, disponibilizando ainda informações sobre crimes que afectam especialmente a população migrante, nomeadamente a discriminação racial, os crimes de ódio, o tráfico de pessoas, a mutilação genital feminina.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.