acerca otoño 2
Diario do Sul
Twitter rectangular

Unitate promoveu seminário para assinalar o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza

Autor :Marina Pardal

Fonte: Redação

23 Outubro 2017

"A Concertação Estratégica no Combate à Pobreza" foi o tema escolhido pela Unitate - Associação de Desenvolvimento da Economia Social para para um seminário realizado na passada terça-feira, no auditório da DGEstE, em Évora.
O objetivo foi assinalar o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, comemorado precisamente a 17 de outubro, mas também o quarto aniversário desta associação de âmbito nacional, sediada em Vila Viçosa.
A sessão de abertura contou com a presença de Tiago Abalroado, presidente da Direção da Unitate; de Sónia Ramos, diretora do Centro Distrital da Segurança Social de Évora; e de Luís Rodrigues, presidente da Direção da Cáritas Arquidiocesana de Évora.
À margem do seminário, Tiago Abalroado salientou que “a Unitate nasceu a 14 de outubro de 2013 e desde então temos procurado desenvolver o trabalho em rede e a articulação entre os diferentes atores sociais, concretamente o setor público, o setor privado e a economia social”.
Especificou que “no caso concreto da economia social, a intervenção da Unitate é mais profunda, na medida em que procura apoiar e capacitar as instituições e promover também com elas uma cultura de partilha de recursos, de capacitação de resultados, de maximização desses mesmos resultados e de criação de valor social”.
De acordo com o mesmo responsável, “a associação tem vindo a desenvolver este trabalho também no âmbito da formação, do acompanhamento diário às instituições e do apoio técnico, entre outras iniciativas, além de, neste momento, já promover atividades de ação social diretamente”.
Relativamente ao seminário, Tiago Abalroado realçou que, “além de assinalarmos o Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza, também quisemos refletir um pouco sobre uma estratégia concertada para o combate à pobreza que nos toca a todos nós”.
Evidenciou que “na assistência, tivemos representantes de entidades públicas e privadas, provenientes dos diferentes quadrantes da sociedade, incluindo a presença de um deputado da Assembleia da República, neste caso, António Costa da Silva, do PSD, o que para nós é uma demonstração de que o poder político está interessado nestas questões”.
O presidente da Direção da Unitate disse ainda que “com a presença dos diferentes intervenientes e na sua multidisciplinaridade, o objetivo desta ‘conversa’ foi chegar a um entendimento daquela que deve ser a estratégia do combate à pobreza ou pelo menos um pequeno contributo nesse sentido, não só no território do distrito de Évora, mas também a nível nacional”.
Recordou também que “vivemos agora esta questão dos incêndios em que se fala muito de concertação e de visão estratégica”, reiterando que, “no que diz respeito às causas sociais, nós não podemos nunca ouvir falar de falta de concertação ou falta de estratégia porque trabalhamos com as necessidades mais elementares das pessoas”.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.