Diario do Sul
diario jornal

CENDREV E A ESCOLA DA NOITE EM DIGRESSÃO NO PORTO

“Embarcação do Inferno”, de Gil Vicente em viagem até ao Teatro Carlos Alberto

Fonte: Nota de Imprensa

18 Janeiro 2018

Desenvolvido em co-produção por duas companhias portugueses que mais aprofundadamente têm trabalhado e dado a conhecer a obra de Gil Vicente – A Escola da Noite, de Coimbra, e o Centro Dramático de Évora – , o projecto “Embarcação do Inferno”, centrado no espectáculo com encenação de António Augusto Barros e José Russo, teve início em Outubro de 2016 e incluí sessões para o público em geral, sessões para escolas, o ciclo de conferências “Gil Vicente no seu tempo e no nosso tempo” e oficinas para professores. Conta já com mais de 100 apresentações e está prestes a atingir os 10 mil espectadores. Para além de Coimbra e Évora, passou já por quase uma dezena de outras localidades nacionais: Campo Benfeito, Bragança, Aveiro, Viana do Castelo, Caldas da Rainha, Barreiro, Figueira da Foz e Castelo Branco. Até 21 de Janeiro pode ser visto no Teatro Carlos Alberto, no Porto: de quarta a sexta-feira, às 21h00, no sábado, às 19h00 e no domingo, às 16h00. As sessões para escolas (já esgotaram) têm lugar nos dias 18 e 19 de Janeiro (às 15h00) e no sábado terá lugar, entre as 11h00 e as 17h30 a oficina para professores (também lotada). Co-encenado pelos directores artísticos das duas companhias, António Augusto Barros e José Russo, junta em palco oito actores dos dois grupos (e alguns bonecos): Ana Meira, Jorge Baião, José Russo, Rosário Gonzaga e Rui Nuno (Cendrev) e Igor Lebreaud, Maria João Robalo e Miguel Magalhães (A Escola da Noite). Da equipa artística do espectáculo fazem ainda parte João Mendes Ribeiro e Luísa Bebiano (cenografia), Ana Rosa Assunção (figurinos e bonecos), António Rebocho (luz) e Luís Pedro Madeira (música).

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.