euroace
Diario do Sul
diario jornal

Ana Costa Freitas foi reeleita como reitora da Universidade de Évora

“Este segundo mandato será de continuidade”

Ana Costa Freitas assume o segundo mandato à frente da Universidade de Évora. A reunião do Conselho Geral realizou-se na passada semana. A única candidata à reitoria foi reconduzida com 17 votos a favor, quatro votos contra e três votos em branco.

Autor :Maria Antónia Zacarias

Fonte: Redacção «Diário do SUL»

29 Março 2018

Em declarações exclusivas ao “Diário do Sul”, Ana Costa Freitas afirmou que entende a sua reeleição como um voto de confiança e reconhecimento dado pelo Conselho Geral ao seu anterior mandato e ao futuro, salientando a importância que a Universidade de Évora deve assumir no contexto regional, assumindo-se como um motor de desenvolvimento da região.

O Conselho Geral, composto por 25 membros (uma ausência justificada de um conselheiro) reconduziu a reitora Ana Costa Freitas no quadriénio 2018-2022.

Ana Maria Ferreira da Silva da Costa Feitas, de 59 anos, é docente do Departamento de Fitotecnia da Universidade de Évora desde o ano de 2002, licenciada em Agronomia pelo Instituto Superior de Agronomia, terminou o Doutoramento em Biotecnologia Alimentar pela Universidade de Évora no ano de 1988.
A responsável pela academia alentejana sublinhou que este segundo mandato será de “continuidade”, com foco na estruturação da Universidade em torno das áreas-âncora, aposta na internacionalização e crescente ligação ao território onde a universidade se insere.
Ao “Diário do Sul” considerou ser “bom saber que a academia confiou novamente em mim para um novo mandato, o que no fundo legitima o mandato anterior de alguma forma e demonstra confiança e que gostaram do trabalho feito”.
Questionada sobre os desafios que tem pela frente, a reitora reeleita sublinhou que visa estabelecer uma ligação forte ao ensino, à investigação e à sociedade. Reafirmou as áreas que definiu, no seu programa, como âncoras ou prioritárias: mediterrâneo, património, percurso de vida e bem-estar e aeroespacial.
A reitora mostrou, uma vez mais, a intenção da Universidade de Évora contribuir para a criação de emprego qualificado “para ajudar a quebrar esta tendência demográfica em que nós estamos”. Em seu entender, ao alcançar-se este objetivo, os alunos sairão a ganhar, bem como o país em geral. “Com isto não quero dizer, necessariamente, que os alunos de Évora fiquem na Universidade de Évora. Ambiciono é que Évora tenha condições para acolher pessoas com altas qualificações e que consiga fixar e atrair mais pessoas para a nossa região”, frisou.
Ana Costa Freitas foi, de 2006 a 2010, vice-reitora da Universidade de Évora com o pelouro Académico, tendo sido de dezembro 2012 a outubro de 2013, membro do Conselho Geral da UE. Ocupou de 2011 a 2013, o cargo de conselheira no Gabinete de Conselheiros Políticos do Presidente da Comissão Europeia, em Bruxelas.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.