Diario do Sul
diario jornal

Governos de Portugal e Espanha anunciaram nova ligação ferroviária transfronteiriça

A ferrovia que (se) aproxima

Já se sabe que é um projeto com anos, até décadas, de atraso. Mas às vezes dão-se passos inesperados de gigante. Foi o que aconteceu no passado dia 5 de março, na cidade alentejana de Elvas, onde se reuniram os chefes dos governos de ambos os lados da fronteira - António Costa e o seu homólogo Mariano Rajoy -, os quais anunciaram para breve a construção de raiz de um novo tramo ferroviário, com um total de quase 100 km, entre Évora e Elvas, a dois passos da fronteira com a Extremadura espanhola.

Autor :Alexandre Nunes de Oliveira

Fonte: Redacção «Diário do SUL»

29 Março 2018

Pese embora esta nova linha esteja totalmente localizada no lado português, em realidade servirá no futuro como parte da rota do TGV (AVE, em espanhol) entre Madrid e Lisboa, do mesmo modo que também permitirá uma melhoria significativa na ligação ferroviária entre a Espanha e o Porto de Sines, que é o porto atlântico que fica mais perto de muitas populações espanholas, especialmente na Extremadura, Castela e noroeste da Andaluzia. Trata-se, portanto, de um projeto que o executivo do país vizinho reconhece dispor de um grande potencial estratégico e económico.
Participou também, na apresentação deste empreendimento, a comissária europeia para os transportes, a eslovena Violeta Bulk, que encorajou os governantes ibéricos a expandir as redes ferroviárias entre os dois países. A comissária aproveitou a ocasião para sublinhar que o projeto terá uma contribuição financeira da União Europeia na ordem dos 186 milhões de euros, que representam 56% do seu orçamento total. Lançou ainda a ideia de que “a iniciativa não terá impacto apenas na Península Ibérica, mas que toda a Europa no seu todo será beneficiada”.


Caminhos para a história

Também marcou presença no evento o ministro português dos Transportes, Pedro Marques, o qual referiu ser “um dia histórico para o reforço dos laços entre as duas nações peninsulares, bem como para a coesão europeia e a consolidação da rede de transportes conjunta de todo o continente”.
Espera-se agora que as obras de construção desta nova linha de comboio Évora-Elvas tenham início dentro de um ano, estando a sua conclusão marcada para 2022. A linha fará parte do chamado Corredor Atlântico, eixo que ligará as capitais portuguesa e espanhola através da alta velocidade, permitindo igualmente o rápido acesso comercial por parte de muitas empresas espanholas a três dos mais importantes portos portugueses, que dispõem dum elevado trânsito de mercadorias: Sines, Setúbal e Lisboa.
Contudo, esta não é a única ligação entre Portugal e Espanha que sofrerá melhorias nos próximos anos: o Plano Ferrovia 2020, criado com o objetivo de modernizar os principais canais ferroviários, para o transporte de mercadorias, mas também para os passageiros, contempla outras linhas fronteiras e representa um investimento global de mais de dois milhões de euros.
No mapa, Portugal e Espanha sempre foram vizinhos. Agora, na realidade, estarão ainda mais próximos.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.