Diario do Sul
diario jornal

A nível mundial, são as primeiras a incluir também a sustentabilidade de negócio

Treze unidades de alojamento do Alentejo e Ribatejo com certificação Biosphere Responsible Tourism

A Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo e Ribatejo recebeu o diploma da “Certificação Biosphere Alojamento”, entregue pelo Instituto de Turismo Responsável e reconhecido pela Unesco e Organização Mundial de Turismo.

Autor :Marina Pardal

Fonte: Redacção «Diário do SUL»

19 Abril 2018

A cerimónia decorreu no Ecork Hotel, em Évora, durante o seminário final da “Certificação do Setor Turístico do Alentejo e Ribatejo – Subsetor do Alojamento Hoteleiro”, tendo estado presente a secretária de Estado do Turismo, Ana Mendes Godinho.
Foram ainda entregues os diplomas da Certificação Biosphere Responsible Tourism a 13 unidades de alojamento das referidas regiões.
Benavente Vila Hotel, Ecork Hotel, Évora Hotel, Hotel Convento D’Alter, Hotel Dom Vasco, Hotel José Régio, Hotel Monte da Provença, Hotel Porto Covo, Hotel Torre de Palma, Hotel Vila Park, Hotel Villa Aljustrel, Santarém Hotel e Vitoria Stone Hotel foram as unidades distinguidas na sessão.
À margem da iniciativa, a secretária de Estado do Turismo realçou que “são 13 hotéis portugueses certificados pelo sistema de certificação de turismo sustentável da Biosphere”, explicando que “são os primeiros 13 de Portugal, mas são também os primeiros 13 do mundo que têm na certificação um novo indicador, que é o da sustentabilidade de negócio, para além da sustentabilidade nas vertentes ambiental e social.
De acordo com Ana Mendes Godinho, “está aqui incluída a grande preocupação dos negócios serem sustentáveis, pois só assim é que vamos ter uma atividade que consegue desenvolver o território e criar oportunidades de emprego de alguma forma sustentáveis ao longo do ano e não só em picos de procura”.
Na sua perspetiva, “esta certificação é particularmente importante porque nos posiciona internacionalmente, pois somos os primeiros 13 hotéis do mundo com este requisito e ajuda-nos a ter mais um conteúdo e argumento de promoção do destino Alentejo / Ribatejo”.
Relativamente aos últimos dados do INE a nível nacional, Ana Mendes Godinho salientou que “revelam que temos um crescimento de 11,8 por cento dos proveitos turísticos em fevereiro de 2018”, focando que “depois de 2017 ter sido já um ano com resultados históricos, conseguimos continuar a crescer acima de dois dígitos”.
A secretária de Estado do Turismo evidenciou também que “o Alentejo é a região que mais cresce em termos dos indicadores de dormidas e de hóspedes do país, mostrando que estamos a conseguir diversificar a nossa oferta e a ter turismo ao longo de todo o território e ao longo de todo o ano”.
A ERT do Alentejo e Ribatejo foi assim a primeira região do país a implementar o processo de Certificação Biosphere, revelando o presidente da Turismo do Alentejo e Ribatejo como decorreu este processo.
Segundo António Ceia da Silva, “começámos este processo de certificação em 2015”, lembrando que “entendíamos na altura, e tínhamos razão, que a certificação era um ponto estratégico decisivo na afirmação dos destinos turísticos, atendendo a que temos hoje um turista cada vez mais exigente, mais culto e mais informado e que vai exigir no futuro tudo aquilo que tenha um selo de qualidade”.
Referiu que “somos a primeira região no país e uma das primeiras três na Europa a fazer este processo de certificação”, admitindo que “é motivo de orgulho”.
Ceia da Silva reforçou que “somos primeira ERT no mundo a certificar as unidades também no domínio da gestão de negócio e isso é muito importante para nós, porque estamos a qualificar e o objetivo da certificação é ter melhores unidades de alojamento”.
Esclareceu também que “agora foram entregues os primeiros 13 certificados, mas no total serão 51 unidades certificadas, sendo este um processo que vai continuar até ao final do próximo ano”.
O mesmo responsável precisou que “iniciámos o processo de Certificação Biosphere pelo alojamento hoteleiro, mas o objetivo é certificar toda a cadeia de valor do turismo”.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.