Diario do Sul
diario jornal

Iniciativa é promovida em parceria com as uniões de freguesia urbanas e as Eco-Escolas

Município de Évora lança campanha “Não envergonhe o seu cão, apanhe o cocó do chão"

O Dia Mundial do Ambiente, assinalado no dia 5 de Junho, foi a data escolhida para o lançamento de uma campanha de sensibilização para a recolha de dejectos caninos.

Autor :Marina Pardal

Fonte: Redacção «Diário do SUL»

19 Junho 2018

A iniciativa tem como mote "Não envergonhe o seu cão, apanhe o cocó do chão" e é promovida pelo Município de Évora, as uniões de freguesia urbanas (Bacelo-Senhora da Saúde, Malagueira-Horta das Figueiras e Freguesias de Évora) e as Eco-Escolas, contando ainda com o envolvimento de outras entidades, como o Serviço Municipal de Veterinário ou a Unidade de Saúde Publica do Agrupamento de Centros de Saúde do Alentejo Central.
À margem da sessão de lançamento, que decorreu no Palácio D. Manuel, a vereadora da Câmara de Évora, Sara Dimas Fernandes, explicou aos jornalistas os contornos desta campanha.
A autarca começou por salientar que "recebemos da parte dos munícipes imensas queixas e recomendações relativas a este assunto, que é de facto um problema de saúde pública".
Nesse sentido, Sara Fernandes explicou que "decidimos promover uma campanha sustentada e que surge da vontade de várias entidades".
Esclareceu que, "por parte do município, já existia esta vontade de promover ações de sensibilização", lembrando "o trabalho já desenvolvido pela câmara municipal, em articulação com o projeto municipal Cão Vida".
De acordo com a vereadora, "por outro lado, temos as Eco-Escolas que trabalham bastante a questão do ambiente, e os dejetos caninos na via pública são um problema ambiental reconhecido por todos, tendo sido lançado aos alunos o desafio de fazerem trabalhos sobre este tema".
Focou que "juntando estas vontades, achámos que fazia sentido fazer o lançamento formal de uma campanha que teve início agora, mas que é para ter continuidade, incluindo através das escolas, já que não é só num dia que conseguimos sensibilizar as pessoas".
Segundo Sara Fernandes, "os materiais da campanha são múpis, cartazes e autocolantes que vão ser colocados nas papeleiras", adiantando que "este material é ilustrado com os desenhos das crianças e com alguma informação técnica sobre os malefícios resultantes de deixar os dejetos caninos na via pública, mas também a coima que está associada e que muitas vezes as pessoas desconhecem".
Para além disso, referiu que "também temos um vídeo promocional com os trabalhos das crianças e versos de uma poetisa popular, sensibilizando para esta problemática".
A vereadora frisou que "esse vídeo vai passar na televisão municipal que temos em vários locais e vamos tentar passá-lo também em outros espaços públicos".
A par disso, "contamos também com as uniões de freguesia urbanas, que são parceiros fundamentais", revelando que "já adquiriram papeleiras novas, nas quais vão ser colocados os autocolantes e os sacos que vão ser distribuídos".
Sara Fernandes evidenciou ainda que "esta não é uma campanha contra os cães, antes pelo contrário, queremos promover uma sã convivência entre todos".
Reforçou que "os cães são nossos amigos e eles são bem-vindos a partilhar o espaço público, mas temos de fazer com que essa convivência seja saudável e para isso os donos têm de se responsabilizar por aquilo que os cães fazem".

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.