Diario do Sul
diario jornal

Música

XIX Ciclo de Concertos "Música e outras Artes nos Claustros"

Inicia com Conferência, Exposição de Fotografia “Claustrofonia” e Seven Dixie

27 Junho 2018

A Associação Eborae Mvsica realiza, em Julho, o XIX Ciclo de Concertos "Música e outras Artes nos Claustros uma atividade marcada pela originalidade dado que o seu objetivo é articular a música com diferentes formas de expressão artística, com qualidade artística e relevância cultural.

O Ciclo inicia-se dia 1 de julho. 16h30: Conferência/Colóquio pela Professora Ana Telles “A Música e as outras Artes”; 18h00: Concerto por “Seven Dixie”; 18h30: Inauguração da Exposição de Fotografia e Som “Claustrofonia”, de António Carrapato. Exposição sobre o tema do ciclo, onde são apresentadas vinte fotografias de vários claustros de Évora, tendo cada uma o ambiente sonoro em que foi feita. (A exposição pode ser visitada das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às 18h00, de segunda a sexta e das 21h30 às 23h00 nos dias de espetáculos).

Ana Telles é Professora Auxiliar no Departamento de Música da Universidade de Évora desde 2009, e Diretora da Escola de Artes da mesma Universidade desde Janeiro de 2017. Ao bom estilo americano Seven Dixie, apresenta-se em palco com o humor que acompanha os ritmos frenéticos e intensos do dixieland, com temas imortalizados por grandes nomes do género como Louis Armstrong, King Oliver e outros. Dois trompetes, trombone, clarinete, tuba e percussão fazem soar as notas que este grupo partilha com o público. António Carrapato nasceu em Reguengos de Monsaraz em 1966. Inicia a sua actividade como freelancer, passando a colaborar regularmente, a partir de 1999, com jornais locais, regionais e nacionais. É correspondente do Jornal Público para o Alentejo. Participou em exposições individuais e coletivas.

A "Música e outras Artes nos Claustros" prossegue dia 14 de julho às 21h30- Ópera “Orpheu e Eurídice” com a participação do Coro da “Eborae Musica”, solistas e instrumentistas da Universidade de Évora”, onde o Coro Polifónico integra o elenco da ópera “Orpheu e Eurídice”, uma das óperas mais aclamadas do compositor alemão Christoph Gluck, em que o coro desempenha um papel importantíssimo, com os solistas Marta Marques contralto (Orfeu), Marília Zangrandi, soprano (Eurídice) e Inês Pinto, soprano (Amore), pianista Eduardo Proença, encenação de Joana Leonardo. Direção Eduardo Martins; Dia 21 de julho às 21h30 – “Poesia e Guitarra” por Rui Nuno e Eurico Pereira, com poemas de Federico Garcia Lorca; Dia 22 de julho às 21h30 – Espetáculo de Dança com Música pela Companhia “Sentidos Ilimitados” (bailarinos e instrumentistas) e dia 29 de julho às 21h30 – Recital de Canto e Piano por Valérie Vervoort e Jill Lawson com obras de de W. A. Mozart: ““Vado, ma dove", "Bella fiamma" "Das Lied der Trennung", "Abendempfindung", "An Chloë" e outras.

A Organização é da Associação Eborae Musica entidade financiada pelo Ministério da Cultura- DGArtes, Câmara Municipal de Évora, Diário do Sul, A Defesa, Registo e Rádio Diana. Este Ciclo tem o apoio do Programa ALENTEJO 2020.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.