euroace
Diario do Sul
diario jornal

SETEMBRO É O MÊS DO ÉVORA CREATIVE MARKET

Mercado para todos os gostos

Nos dias 14 e 15 de setembro, o Páteo de São Miguel, espaço do antigo castelo de Évora, é palco do Évora Creative Market, um mercado urbano de produtos de autor, originais e criativos, nas áreas da moda, joalharia, decoração, arte, design, cerâmica, gourmet e outros.

Autor :Nota de Imprensa

30 Agosto 2018

 É também um ponto de encontro, com concertos, oficinas, gastronomia, animação de rua e street food. O Évora Creative Market, que em 2018 tem a sua 2.ª edição, é um espaço aberto à divulgação de projetos e produtos inovadores que combinam os processos tradicionais na produção de artefactos com a criatividade e irreverência do universo urbano contemporâneo, num diálogo entre o antigo e o novo, promovendo desta forma pequenos criadores com ideias inovadoras e originais.
Este evento inscreve-se no projeto ‘Uma pausa para património’ promovido pela Fundação Eugénio de Almeida, que visa a criação de ações de animação de forma a favorecer a fruição dos espaços urbanos através da sua apropriação pela comunidade e pelos visitantes de Évora. Esta dinâmica contribui de forma positiva, para a revitalização dos centros históricos, constituindo um fator estruturante das lógicas de  regeneração urbana.
Destas iniciativas beneficiam diretamente os espaços urbanos onde têm lugar, mas delas resultam também ganhos indiretos para o conjunto de equipamentos culturais e atividades económicas que se articulam no espaço envolvente, razão da importância do caráter regular destas ações no sentido de favorecer a criação de hábitos turísticos, culturais e de sociabilidade em que o património e o seu enquadramento cénico surgem como facilitadores e como pontos de encontro para residentes e visitantes.
Localizado no Centro Histórico de Évora, o Páteo de São Miguel é detentor de uma elevada carga simbólica, um espaço que ao longo dos séculos foi moldado por sucessivas ocupações e serviu de cenário a acontecimentos marcantes da história da cidade e do país.
Nos nossos dias, este conjunto oferece um enquadramento cénico singular na cidade para a realização de ações de valorização do património ao ar livre e representa, nessa perspetiva, uma oportunidade para cruzar a história da cidade e os seus testemunhos materiais com a vivência quotidiana da comunidade.
O Évora Creative Market concretiza esta relação de forma singular, promovendo novas formulações artísticas e culturais suscetíveis de serem
convertidas numa dimensão económica fundamental à sustentabilidade das atividades no seio das quais surgiram e à valorização do conjunto urbano que as enquadra e onde têm lugar.
Motivos de interesse para visitar o Évora Creative Market não faltam. A edição de 2018 decorre ao longo de dois dias e oferece um programa cultural e de animação diversificado.

Na sexta-feira, 14 de setembro, a abertura oficial fica a cargo dos Swing Station, um convite para regressar aos loucos anos 20, cuja revolução nos modos de estar, na moda e na sociabilidade criaram oportunidade infindáveis à criatividade e à inovação… até na dança. Ao final da tarde, a partir das 19h00 haverá lugar para o Jazz, com os Mazarin, para às 21h30 voltarmos à companhia irreverente dos Swing Station.
No sábado há uma Ronda pelo Mercado, ao som de Cante Alentejano. À noite, às 21h00, atua o Pedro Jóia Trio, um dos mais conceituados projetos da música portuguesa. Com Pedro Jóia na guitarra clássica, Norton Daiello no baixo e João Frade no acordeão: três virtuosos  músicos, com percursos marcantes no Fado, no Flamengo e no Jazz.
Durante os dois dias, os visitantes têm oportunidade contactar com criativos e artistas urbanos e adquirir os seus produtos, bem como aprender como essas peças únicas e originais se fazem através de diversas oficinas conduzidas pelos próprios autores. Tudo no magnífico cenário que é o Páteo de São Miguel.
No Évora Creative Market estão presentes mais de 40 expositores provenientes de todo o país, que apresentam projetos inovadores de arte,
design, joalharia, tecelagem, moda, cosmética, mas também de gastronomia com produtos gourmet, sem faltarem os jogos e brinquedos para crianças. O evento conta ainda com uma Praça da Restauração onde se destacam projetos arrojados e criativos a partir do conceito de street food, a acompanhar com o vinho da Adega Cartuxa. 


Organização: Fundação Eugénio de Almeida e Mapa Eventos.

Apoio: Direção Regional de Cultura do Alentejo, Turismo do Alentejo e Byking
     
PROGRAMA*
     
  14 DE SETEMBRO, SEXTA-FEIRA
     
17h00   Abertura, todos ao mercado
    Swing Station, vintage dance
     
19h00   Concerto, Jazz
    Mazarin
     

21h30   De regresso aos loucos anos 20
    Swing Station
     
23h00   Fecho do mercado
    Tomorrow is another day...
     
     
  15 DE SETEMBRO, SÁBADO
     
11h00   Abertura, todos ao mercado
     
15h00   Oficinas
    O saber fazer
     
18h00   A ronda do mercado
    À moda Alentejana
   
21h00   Concerto
    Pedro Joia Trio
     
23h00   Fecho do mercado
    See you next year!!!
     
    * Classificação etária: maiores de 6 anos


Mais informações em:
www.fundacaoeugeniodealmeida.pt
Não perca: dia 14 e 15 de setembro
Horário: dia 14, sexta-feira, das 17h00 às 23h00 e dia 15, sábado, das 11h00
às 23h00
Entrada gratuita.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.