Malo
Diario do Sul
diario jornal

Em Viana do Alentejo

Feira D’Aires abre hoje as portas com 80 expositores

A Feira D’Aires 2018 abre as portas ao público, esta sexta-feira (21/08), em Viana do Alentejo. Cante alentejano, folclore, música popular, gastronomia, exposições, espaço infantil, corrida de toiros e atletismo compõem o programa do certame que decorre até à próxima segunda-feira, dia 24. Blaya, Calema e Tais Quais são os cabeças de cartaz do certame que tem entradas gratuitas.

Fonte: Redacção «Diário do SUL»

21 Setembro 2018 | Publicado : 16:43 (21/09/2018) | Actualizado: 18:03 (21/09/2018)

1 - A Feira D’Aires celebra este ano 267 anos e continua a ser um evento de referência no
concelho e na região. A que se deve este reconhecimento?

Consideramos que este reconhecimento se deve a vários fatores, desde logo a vertente religiosa que está na origem desta feira, com o Santuário de N.a Sr.a D’Aires a ser o palco da fé e da devoção de quem nos visita. Outro pilar são as atividades económicas com a exposição e venda de produtos e serviços. A tradicional feira franca constitui o terceiro pilar que continua a atrair os visitantes habituais de ano para ano. Não podemos deixar de referir também a programação ao longo dos 4 dias de feira, com destaque para os espetáculos que atraem, todos os anos, milhares de visitantes.
De ano para ano tenta-se sempre melhorar todo este “pacote” de oferta de forma a mantermos a Feira D’Aires como um evento de referência na região. Por outro lado, apesar de não sermos um concelho grande, somos um grande concelho. Possuímos muito património quer material, quer imaterial, para além da inscrição dos chocalhos e do cante na lista do Património da Humanidade da Unesco. Para o futuro temos muitos projetos em várias áreas. Daremos continuidade ao nosso trabalho nas áreas do património material e imaterial, mas também da educação, da área social e do desenvolvimento económico.

2 - Para além do programa religioso e da feira franca, o certame oferece ao público uma área coberta. O que é que os visitantes podem encontrar nesse espaço?
A Feira D’Aires tem à disposição do visitante três pavilhões, num total de mais de 4000 m2. Um destinado à exposição e venda de produtos não alimentares e entidades institucionais, outro destinado à gastronomia e um terceiro pavilhão para acolher os espetáculos de maior dimensão, por onde vão passar os cabeças de cartaz do certame - Blaya, na sexta-feira, Calema, no sábado, e Tais Quais, na segunda-feira. Nesse mesmo palco realiza-se o IX Festival de Folclore Feira D’Aires, no domingo, ao final da tarde.
O que pretendemos, ao fim e ao cabo, é proporcionar as melhores condições aos nossos empresários para que possam dar a conhecer o seu negócio e estabelecer contactos, num certame que é já uma referência na região e que, todos os anos, tem vindo a aumentar a procura pelos espaços disponíveis.

Como referiu, para além desta área coberta, há ainda a tradicional feira franca e uma área dedicada aos divertimentos para os mais novos.

3 - Qual é, para este ano, o número de expositores do certame?
Nesta edição da Feira D’Aires participam cerca de 80 expositores, um número um pouco acima do ano passado, divididos pelo pavilhão das exposições/atividades económicas e pelo pavilhão da gastronomia que já se tornou um ponto de encontro para muitas famílias ao longo do certame. Destacamos também o facto de termos registado o maior número de inscrições prévias dos últimos anos.

4 - A Feira D’Aires oferece um vasto programa cultural ao longo do fim de semana. O que é que o visitante pode esperar?
Para além dos artistas que referi anteriormente, a Feira D’Aires tem muito mais para oferecer a quem nos quiser visitar nos 4 dias do certame. Vamos ter dança do concelho, o V Festival de Acordeão organizado pela Associação de Reformados Pensionistas e Idosos de Viana do Alentejo, o IX Festival de Folclore Feira D’Aires e o IV Encontro de Música Popular – Alentejo é Nossa Terra realizado pela Associação de Cantares Populares Seara Nova.
Teremos ainda cante alentejano com a presença dos 8 grupos corais do concelho, no sábado e no domingo, logo ao início da tarde, e também a atuação da Tuna Popular da Universidade Popular Túlio Espanca/Universidade de Évora.

5 - Em termos desportivos o Grande Prémio de Atletismo Feira D’Aires – Memorial Luís Filipe Branco é uma aposta para manter?
Dado o sucesso alcançado nas últimas edições, esta aposta do Município é, seguramente, para manter. São esperados mais de 100 atletas divididos pelos vários escalões nesta edição. O 18o Grande Prémio decorre no recinto da Feira D’Aires, junto ao Santuário de N.a Sr.a D’Aires, a partir das 9h00. Os mais jovens competem em percursos delineados no recinto da feira e os restantes escalões em percursos de maior extensão. A corrida principal estender-se-á ao longo de 10 kms pela malha urbana da vila. Já a caminhada que conta com o apoio do projeto Alcáçovas Outdoor Trails tem uma extensão de 8 km e está programada para as 9h00.
Recorde-se que o Grande Prémio de Atletismo organizado em parceria com o Clube da Natureza de Alvito e o Clube de Atletismo de Viana, veio retomar, em 2014, uma tradição antiga e também homenagear Luís Filipe Branco que muito contribuiu para o desenvolvimento do desporto no nosso concelho.

6 - Qual o valor monetário do 1o Prémio?
A organização atribuirá prémios monetários do 1o ao 5o classificado que variam entre os 100,00€ e os 20,00€, tanto para o setor masculino, como para o feminino, sendo que o 1o receberá um cheque no valor de 100,00€ e o 5o de 20,00€. Para além dos prémios monetários vamos oferecer ainda troféus, medalhas e artesanato local.

7 - Uma das novidades da Feira é o I Concurso do Cão da Serra de Aires.
Efetivamente, pela primeira vez vai ter lugar no certame o Concurso do Cão da Serra de Aires, organizado pela Associação do Cão da Serra de Aires, no sábado, pelas 18h00. Pretende-se com este concurso contribuir para a manutenção, salvaguarda e também divulgação desta raça alentejana de pastoreio. Quisemos acrescentar esta componente rural, tendo em conta a região em que estamos inseridos, achando que valoriza o certame.

8 - Mais uma vez, os aficionados da festa brava podem assistir a uma corrida de toiros no
domingo.
Sim, no domingo, a Associação Equestre de Viana do Alentejo, uma das entidades parceiras do Município na realização da Feira D’Aires, promove mais uma corrida de toiros, pelas 16h00. Em praça vão estar os cavaleiros Luís Rouxinol, Miguel Moura e David Gomes e os Grupos de Forcados Amadores de São Manços, Cascais e Monsaraz.
A Associação promove ainda no sábado, a partir das 9h00, um Passeio a Cavalo, e a Classe de Dança da mesma associação, uma garraiada, pelas 17h00.

9 - E este ano a água terá destaque no certame ...
Sim, com o alargamento do Perímetro de Rega de Alqueva, um dos novos blocos irá permitir a chegada do regadio ao nosso concelho. A este facto junta-se o património vianense de fontes e fontanários, símbolos da abundância de água na vila. Damos, assim, destaque ao tema da água, quer em termos decorativos, quer com a presença do Centro Operativo e de Tecnologias do Regadio, uma entidade com sede em Beja que presta, desde há muitos anos, apoio técnico aos agricultores. Ficará bem evidente a importância que damos a esta nova realidade agrícola que estará em desenvolvimento no nosso
território.

10 - Qual o montante do investimento?
Este investimento rondará os 18 milhões de euros. Contamos que a obra tenha início no final de 2019.

11 - Para dar as boas vindas a quem visitar a vila e a Feira D’Aires está a ser elaborado um mural à entrada da vila. Que mural é esse?
Trata-se de um mural alusivo ao Santuário de N.a Sr.a D’Aires cujo projeto é da responsabilidade do Município e que conta com um financiamento do “Alentejo em Cena”, um projeto intermunicipal que financia atividades na área das Artes e do Espetáculo e que permite também a realização de residências artísticas, como é o caso. Para tal, convidámos o fotógrafo André Boto que em 2010 foi o primeiro português eleito fotógrafo europeu do ano pela Federação Europeia de Fotografia e um painel de convidados das mais variadas áreas para definir o mural que está a ser transposto para a parede pelo Professor de Educação Visual e Tecnológica, Manuel Rafael, com o envolvimento de vários voluntários, colaboradores da Autarquia e alunos de História do Polo de Viana do Alentejo da

Universidade Popular Túlio Espanca/Universidade de Évora. Pretende-se que o Mural D’Aires seja o espelho das tradições locais como a fé, a devoção, a peregrinação até ao Santuário de N.a Sr.a D’Aires a pé ou a cavalo, a história, o património e a cultura.

12 - Os parceiros são uma peça importante na realização do certame?
Sem dúvida. Todos os parceiros que, ano após ano, se juntam a nós são importantes e têm tido um papel fundamental para o sucesso do certame quer as associações e entidades locais, quer regionais e mesmo nacionais. Uma palavra de apreço também para os expositores que são um elemento fundamental da Feira D’Aires e que aqui podem desenvolver novos contactos, estarem atentos ao mercado e apresentar novos produtos e serviços.

13 - Um dos pontos altos da feira são as manifestações religiosas, no entanto, o Santuário está a sofrer obras de requalificação e, por isso, fechado ao público. Esta situação pode “afastar” as pessoas do certame?
Penso que não e espero que não. A situação da obra não irá impedir as pessoas de virem à Feira D’Aires, até porque o programa religioso mantem-se com algumas adaptações. Em vez da celebração da eucaristia no interior do Santuário, ela terá lugar na Alameda, mantendo os mesmos horários, não sendo possível, todavia, a realização da procissão por falta de condições.
Quem desejar assistir e participar no programa religioso pode fazê-lo tranquilamente e com todas as condições e comodidades. Por isso, pensamos que o facto de o Santuário estar fechado ao público, não irá impedir os populares de irem à feira que alia, desse há muito, o sagrado e o profano.
Aproveito a oportunidade para felicitar e agradecer aos responsáveis da Paróquia de Viana pelo investimento que estão a realizar e pelo esforço de adaptação às condicionantes da obra.

14 - Quer deixar um apelo para que, a partir de amanhã, se desloquem a Viana do Alentejo e desfrutem da Feira D’Aires?
Sim, o apelo que faço é para que se desloquem a Viana do Alentejo este fim de semana e usufruam da programação gratuita de todos os eventos da Feira D’Aires organizados pelo Município, porque a animação está garantida.
Aproveitem também para conhecer um pouco melhor o concelho, o nosso património cultural quer material quer imaterial, a gastronomia, a doçaria, um dos nossos ex-libris, o artesanato com a olaria e os chocalhos a merecerem honras de destaque, bem como as nossas tradições.
Fica o convite para que, a partir de amanhã e até segunda-feira, venham até Viana do Alentejo e visitem a Feira e o concelho, porque há tradição à sua espera!

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.