euroace
Diario do Sul
diario jornal

ALUNO DO IST VENCE PRÉMIO REN 2018 COM TRABALHO SOBRE TURBINA EÓLICA OFFSHORE

O Prémio REN voltou a distinguir as três teses de Mestrado

O Prémio REN voltou a distinguir as três teses de Mestrado mais inovadoras na área da Energia. Gabriel da Silva Garanito Maciel, aluno do Instituto Superior Técnico, da Universidade Técnica de Lisboa, foi o vencedor da edição 2018 do Prémio REN com a tese “Desenvolvimento e Projeto Mecânico de uma Fundação para uma Turbina Eólica Offshore”.

Autor :Nota de Imprensa

09 Novembro 2018

A entrega do Prémio REN decorreu hoje, 8 de novembro, em Lisboa, durante uma cerimónia que contou com a presença, entre outros, do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor; Rodrigo Costa, Chairman e CEO da REN; Francisco Pedro Balsemão CEO da Impresa e João Peças Lopes, professor catedrático da FEUP e presidente do júri do Prémio REN. A cerimónia da entrega de prémios foi antecedida de um debate subordinado ao tema “Inovação, Ligação às Empresas e Criação de valor para o País “, moderado por Pedro Santos Guerreiro, em que participaram os reitores de algumas das mais importantes universidades portuguesas.

 

O segundo lugar da edição 2018 do Prémio REN foi atribuído a Pedro Sarmento de Beires, da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, pelo seu trabalho académico sobre o tema “O papel das centrais hídricas reversíveis face ao aumento dos volumes de integração de produção de origem renovável em sistemas elétricos isolados”.

 

O terceiro lugar foi para Fábio José Correia de Brito, da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, pela tese “Simulação de Estratégias de Operação Agregada de Sistemas de Armazenamento Distribuídos em Parques Eólicos e Centrais Fotovoltaicas”.

 

O júri atribuiu ainda duas menções honrosas a João Espírito Santo da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e a João Anjo do Instituto Superior Técnico.

Criado em 1995, o Prémio REN destina-se a premiar as melhores teses de Mestrado no âmbito da energia, realizadas por alunos das áreas de Engenharia, Economia, Matemática, Física, Química, Sistemas de Informação e Computação.

 

Ao longo das suas 24 edições, os trabalhos premiados no âmbito do Prémio REN têm vindo a acompanhar as transformações e desenvolvimentos que têm moldado o setor da energia, a antecipar desafios, identificar questões e a propor soluções inovadoras.

 

O valor dos prémios foi atualizado já nesta edição, tendo duplicado em montante, sendo que ao vencedor do Prémio de Melhor Tese será atribuído um valor monetário de 25.000€, o segundo lugar receberá um prémio no valor de 15.000€, e o terceiro lugar 10.000€. Cada menção honrosa terá um prémio de 2.500 €.

A partir de 2019, o prémio REN estará também aberto às teses de Doutoramento. Este prémio pretende distinguir a melhor Tese de Doutoramento realizada em Universidades Portuguesas por recém Doutorados em temas do domínio da Energia, nas seguintes áreas científicas: Engenharia, Economia, Física, Química, Sistemas de Informação e Computação. A atribuição deste prémio terá uma frequência bi-anual, podendo concorrer todas as Teses de Doutoramento referidas anteriormente e que tenham sido defendidas nos dois anos letivos anteriores a cada ano em que se entregará o Prémio.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.