SME
Diario do Sul
Portugal 2020 projetos Março

“DUO ENCONTRÃO” YAM MIKIRTUMOV E GONÇALO PESCADA

XIV CICLO DE CONCERTOS “MÚSICA DO INVERNO”

No dia 9 de dezembro pelas 18h00 terá lugar um Concerto pelo Duo Encontrão formado por Yan Mikirtumov (piano~) e Gonçalo Pescada (acordeão) integrado no IV Ciclo de Concertos “Música no Inverno”, no Convento dos Remédios, em Évora.

11 Dezembro 2018

Programa :“Alte Spielmusiken” Op. 61 – Bernhard Molique (1802-1869) - I.Bolero, II.Prayer, III.Sérenade; Spring Concert (1981) – Yakov Lapinsky (b. 1923); “Las Cuatro Estaciones Porteñas” – Astor Piazzolla (1921-1992) – Verano, Invierno, Outoño, Primavera

 Yan Mikirtumov - Natural de Moscovo (Rússia). Iniciou a sua formação profissional aos 5 anos de idade no Colégio Estatal de Coro “A. Sveshnikov” em Moscovo, onde estudou ao longo de 11 anos e obteve diploma com distinção na especialidade de “Direção Coral”. Em 1997 finalizou com distinção o curso de “Regência Coral” na Academia Superior de Arte Coral em Moscovo. Pós-graduação em Composição no Conservatório Superior de P.I. Tchaikovsky em Moscovo (1997 – 1998). Doutorado em Musica e Musicologia pela Universidade de Évora (2013) com uma dissertação sobre as reduções para piano.

Entre 91 e 99 participou em inúmeros concertos, festivais e gravações com diversos coros, agrupamentos da Música Antiga e orquestras em vários países como cantor, pianista e maestro de Coro. Escreveu a música para diversos projetos teatrais, cinematográficos e publicidade.

Desde 1999 reside em Portugal onde começou a sua carreira como professor. Tem lecionado as disciplinas Coro, Canto, Formação Musical, Musica da Câmara, Piano, Acompanhamento, Direção em várias escolas do Pais. Em 2001 formou o seu próprio grupo-quarteto “Con´tradição” para qual escreveu as composições originais. Gravou, editou e participou em mais de 50 CD´s, incluindo etiquetas Melodia, Dargil, Universal, Radio e Televisão Estatal da Rússia, NDR (Alemanha) e Antena2.Regularmente colabora com diversas entidades no panorama musical português. Realizou diversas encomendas de arranjos e composições para orquestras, grupos de música da câmara e solistas em Portugal, Espanha e Rússia. É regularmente convidado para acompanhar instrumentistas e cantores.

 

Gonçalo Pescada - Iniciou os estudos musicais aos 8 anos no Algarve e, posteriormente, continuou a sua formação em Lisboa (Instituto Musical Vitorino Matono), Castelo Branco (Escola Superior de Artes Aplicadas) e França (Centre National et International de Musique et Accordéon). Concluiu, em 2014, o programa de Doutoramento em Música e Musicologia na Universidade de Évora sob orientação do Professor, Maestro e Compositor Christopher Bochmann. Entre outros, obteve o 1º Prémio no Concurso Nacional de Acordeão (Alcobaça, 1995) e o 1º Prémio no Concurso Internacional “Citá di Montese” (Itália, 2004). Com o 1º Prémio no Concurso de Interpretação do Estoril (Portugal, 2006), Gonçalo Pescada viu a sua carreira tomar um rumo internacional, realizando recitais em Espanha, França, Reino Unido, Alemanha, Itália e Bulgária. Apresentou-se como solista com várias  Orquestras cção dos grandes maestros Cesário Costa, Osvaldo Ferreira, Michael Zilm, Nikolay Lalov, Susana Pescetti e Jean Marc Burfin, entre outros. Foi convidado a participar em Festivais de enorme prestígio, apresentando-se em salas incontornáveis.Tem gravado para rádios e televisões; gravou CD’s.

O ciclo prossegue no mês de dezembro pelas 18h00 com: dia 15  - Recital de Violoncelo e Piano com Bruno Borralhinho (violoncelo) e Christoph Berner (piano) e dia 16com o Concerto de Natal pelo Coro Polifónico “Eborae Mvsica” sob a direção de Eduardo Martins e com acompanhamento de Rodrigo Gomes (piano) e Jorge Vinhas(violino).

Este Ciclo é organizado pela Associação Eborae Mvsica entidade financiada pelo Ministério da Cultura-Direção Geral das Artes e tem o apoio da Câmara Municipal de Évora, e dos órgãos de comunicação social para a realização deste Ciclo de Concertos.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.