auchan
Diario do Sul
euroace

EDIA INICIOU A IMPLEMENTAÇÃO

PRIMEIRA UNIDADE DE RECIRCULAÇÃO DE SUBPRODUTOS DE ALQUEVA

O projeto URSA - Unidades de Recirculação de Subprodutos de Alqueva, encontra-se em curso com o início da implementação da unidade experimental URSA no concelho de Serpa, na região do Baixo Alentejo.

13 Dezembro 2018

A primeira unidade do projeto URSA, com financiamento aprovado pelo Fundo Ambiental Português no seu programa “Apoiar a Transição para uma Economia Circular” está a ser desenvolvida pela EDIA em parceria com o ISQ, Instituto de Soldadura e Qualidade, e visa a criação de uma unidade de recolha e transformação de subprodutos orgânicos de origem agrícola em fertilizante orgânico para aplicação no solo.

O Projeto URSA, tem como objetivo criar uma rede de unidades de valorização de subprodutos orgânicos por compostagem, para produção de fertilizante orgânico, a entregue aos agricultores em troca dos seus subprodutos agrícolas, para aplicação no solo e reabilitação gradual das diversas funções ambientais que este desempenha, que aumente a resiliência deste território perante as alterações climáticas, e que, em simultâneo, promova a qualidade da água e a sustentabilidade económica e ambiental do regadio.

Este projeto apresenta uma estrutura assente no uso eficiente de recursos, nomeadamente na proteção do solo e da água, e na valorização de subprodutos, contribuindo para acelerar a transição para a economia circular, através de uma agricultura em linha com os princípios deste novo paradigma.

O projeto URSA foi distinguido, no dia 7 de dezembro de 2018, com o 1.º lugar no Prémio Economia Circular nas Empresas do Baixo Alentejo e Litoral promovido pelo NERBE e CCDRA.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.