Diario do Sul

Estudo apresentado pela Fundação Portuguesa de Cardiologia

Portugueses desconhecem um dos principais sintomas da insuficiência cardíaca

Apenas 15% dos portugueses conseguem identificar o edema nas pernas como um dos principais sintomas da insuficiência cardíaca (IC), uma doença que afeta cerca de meio milhão de pessoas em Portugal. Esta é uma das principais conclusões do estudo “Portugueses e a Insuficiência Cardíaca” apresentado hoje pela Fundação Portuguesa de Cardiologia (FPC), no âmbito da abertura de “Maio, Mês do Coração”

23 Abril 2019

O mesmo estudo mostra que os portugueses reconhecem o cansaço (72%) e a falta de ar (69%) como sintomas da doença. Não obstante, em certos aspetos da doença ainda existe algum desconhecimento.

Apesar de considerarem que esta doença ameaça a vida das pessoas, 51% dos inquiridos acreditam que a taxa de sobrevivência é alta ou, pelo menos, não tão baixa como em casos oncológicos. A realidade portuguesa mostra que a taxa de mortalidade da insuficiência cardíaca é superior a alguns tipos de cancro.

“Este estudo vem provar mais uma vez que a insuficiência cardíaca é uma doença esquecida e subvalorizada pela maioria dos portugueses. A IC é uma das grandes epidemias do século e é preciso aumentar a literacia das pessoas em relação ao tema, da mesma forma em que esta doença deveria ser considerada uma prioridade nacional”, explica Manuel Carrageta, presidente da Fundação Portuguesa de Cardiologia.

A Fundação Portuguesa de Cardiologia vai dedicar o mês de maio à sensibilização para a insuficiência cardíaca, uma situação clínica debilitante e potencialmente fatal em que o coração não consegue bombear sangue suficiente para todo o corpo. A campanha foi hoje apresentada na Sessão Solene de Abertura de “Maio, Mês do Coração”, que decorreu no Palácio Foz, em Lisboa.

O estudo “Os portugueses e a insuficiência cardíaca” foi realizado pela GfK Metris e baseou-se numa amostra de 1012 indivíduos com idade igual ou superior a 18 anos, residentes em Portugal Continental.

Para mais informações sobre a campanha e sobre as atividades agendadas para “Maio, mês do coração”, consulte o site:

http://www.fpcardiologia.pt/ ou https://www.facebook.com/FPCardiologia/

Fundação Portuguesa de Cardiologia

No âmbito do Maio, Mês do Coração a Delegação Norte da Fundação Portuguesa de Cardiologia irá realizar no dia 03 de maio, mais um Jantar Solidário, que decorrerá no Casino de Espinho como já vem sendo habitual.

http://www.fpcardiologia.pt/faca-uma-doacao/

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.