auchan
Diario do Sul
euroace resumen

Na Rua de Serpa Pinto, em Évora

Giraldo Seguros abre novo espaço com imagem Generali

São 25 anos de história que marcam o percurso da empresa Giraldo Seguros, localizada em Évora.

Autor :Marina Pardal

Fonte: Redacção «Diário do SUL»

19 Julho 2019 | Publicado : 11:54 (19/07/2019) | Actualizado: 12:00 (19/07/2019)

Dedicada à consultoria e mediação de seguros, este agente multimarca tem a sua loja na Rua do Raimundo, abrindo agora um novo espaço, também no centro histórico da cidade de Évora, com imagem Generali.

De acordo com Marcos Lopes, diretor da Giraldo Seguros, “temos um espaço na Rua do Raimundo e, na passada quarta-feira, abrimos mais esta loja na Rua de Serpa Pinto n.º 52-A”, constatando que “é uma nova aposta que fazemos em parceria com a Generali para estarmos mais próximos dos nossos clientes e servi-los melhor”.

Explicou que “a nova loja continua a ser multimarca, mas a imagem é preferencialmente Generali”.

O mesmo responsável esclareceu que, “numa primeira fase, vamos ter o atendimento ao público nos dois locais, mas depois vamos transferi-lo só para este novo espaço e a outra loja fica apenas como centro de operações”.

Marcos Lopes defendeu que “a Giraldo Seguros tem como lema a confiança”, destacando que “a nossa aposta foi sempre, tanto a nível empresarial, como pessoal, estar junto das pessoas e ter um serviço de confiança porque os seguros só são úteis nos dias em que necessitamos deles, caso contrário são papéis caros”.

Nesse sentido, “assentamos muito a nossa lógica de serviço na confiança e na proximidade aos nossos clientes, pois, ao ter um problema, o cliente sabe que pode contar com a nossa disponibilidade”, argumentou.

Segundo o diretor da Giraldo Seguros, “preocupamo-nos muito com o nosso profissionalismo e depois em não defraudar expectativas porque a confiança em nós assenta precisamente nas expectativas”.

Recordou que “as pessoas não são clientes da seguradora A, B ou C, mas sim clientes da Giraldo, é a nossa empresa que lá está para 'dar a cara' e resolver os problemas do cliente”.

O mesmo responsável disse ainda que “somos a 'ponte' entre os clientes e as seguradoras”, garantindo que “as seguradoras apostam, cada vez mais, numa ótica de descentralização e quase todas delegam o atendimento ao público nos agentes”.

Nesse âmbito, evidenciou esta parceria com a Generali, frisando que “este é um dos maiores grupos seguradores a nível mundial”.

Marcos Lopes precisou que, “hoje em dia, estão muito em voga as soluções personalizadas ao nível dos seguros e essa é a aposta por parte da Generali”, focando ainda que “a indústria seguradora assenta na previdência e hoje em dia as grandes apostas são no ramo vida”.

Na sua opinião, “o bem mais valioso que as pessoas têm hoje em dia é o tempo, pois se não tiverem tempo, não podem trabalhar”, apontando que “uma pessoa que se vir incapacitada de obter rendimentos fica com a sua vida altamente comprometida e os seguros assentam mesmo nessa lógica de previdência e de estar junto das pessoas quando é mais necessário”.

Além disso, o diretor da Giraldo Seguros referiu que, “cada vez mais, há a tendência de olhar para a segurança global da pessoa, da sua família e dos seus bens”.

 

Generali é o terceiro

maior grupo segurador europeu

 

Na sessão de inauguração institucional do novo espaço da Giraldo Seguros, realizada na passada terça-feira, esteve presente Conceição Tomás, diretora de marketing e comercial da rede de agentes e canais alternativos da Generali em Portugal.

Em declarações ao Grupo Diário do Sul, salientou que “a Generali está presente em 50 países, tem cerca de 70 milhões de clientes e é o terceiro maior grupo europeu, estando presente em Portugal desde 1942, onde tem estado sempre a crescer”.

Conceição Tomás assegurou que “o grupo tem apostado em ser um 'life time partner', ou seja, um parceiro para a vida do cliente, sendo-o através dos seus agentes da rede de mediação”.

Segundo a mesma responsável, “o objetivo é acompanhar o cliente em todas as alturas, ajudar na prevenção e ter produtos com serviços acoplados, sendo facilitador em situações em que a pessoa esteja mais fragilizada”.

Conceição Tomás anunciou ainda que “para este triénio, o grupo Generali tem em vista uma política expansionista e vai haver um forte investimento de marca também em Portugal, para que seja mais conhecida, sendo aí que se insere, de certo modo, a abertura desta loja de Évora”.

Reforçou que “temos representantes em todo o país e temos estado a consolidar a nossa posição nesta região, pois é uma zona com bastante interesse e daí termos apostado na abertura desta loja de um agente independente com imagem Generali”.

Na sua perspetiva, “é uma equipa jovem que pensamos que tem tudo o que é necessário para um bom acompanhamento dos clientes, para que sejam verdadeiramente uns consultores, não só vender o seguro que a pessoa vem procurar, mas perceber junto dos clientes quais as necessidades de seguros que as pessoas têm”.

Conceição Tomás sublinhou que “o nosso principal canal de distribuição são os agentes, embora tenhamos algumas delegações abertas ao público”.

Acrescentou que “consideramos o papel da mediação como extremamente importante”, comentando que, “apesar do mundo digital estar cada vez mais presente, os agentes facilitam a proximidade ao cliente, o que é uma segurança para as pessoas quando precisam de algo”.

A nova loja da Giraldo Seguros está aberta de segunda a sexta-feira, das 9 às 13 horas e das 14 às 18 horas. Mais informações pelos telefones 266 744 678, 912 514 583 ou 912 514 521.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.