Agrogarante
Diario do Sul

Primeira formação de juízes de paraquedismo em Portugal decorre em Évora

Autor :Nota de imprensa

16 Agosto 2019

No decorrer do evento Handi Fly, Competição Internacional de Paraquedismo para pessoas com deficiências motoras, que irá acontecer pela primeira vez em Portugal,mais concretamente em Évora, irá ser fornecida a primeira formação de juízes e apoio médico no paraquedismo em Portugal.
Dada a especificidade do evento, a Federação Portuguesa de Paraquedismo conta com o apoio de um médico da sua congénere Federação Francesa e um diretor de competição da Federação Francesa, responsável pela organização do Handi Fly International Challenge 2016, que se constituiu aqui um parceiro importante na organização e logística deste evento, assim como dois juízes provenientes da Rússia e França.
A competição de saltos terá início na manhã do dia 21 de agosto e irá prolongar-se até dia 23, onde os atuais juízes irão classificar cada salto individualmente, tendo em conta as condições atmosféricas e o tempo de execução. No decorrer da competição irão estar presentes juízes portugueses aptos a participar em campeonatos europeus de paraquedismo, que irão receber formação para avaliar campeonatos com atletas de mobilidade reduzida.
O médico da Federação Francesa de Paraquedismo presente no evento irá também ele dar formação a médicos portugueses, preparando-os para prestar apoio médico em eventos com atletas com deficiências motoras.
Este é um evento organizado pela Câmara Municipal de Évora, Federação Portuguesa de
Paraquedismo e Federação Francesa de Paraquedismo. Conta com o apoio do Instituto Português do Desporto e Juventude, Turismo do Alentejo, Turismo de Portugal e ainda das instituições APPACDM, APCE, ARASS E ASCTE.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.