auchan
Diario do Sul

Projeto

Câmara dá a conhecer POCITYF

O projeto POCITYF (Positive Energy CITY Transformation Framework), do qual Évora irá ser de cidade-lanterna, foi ontem apresentado ao público no Salão Nobre dos Paços do Concelho pelo Presidente da edilidade, Carlos Pinto de Sá e por dois representantes da EDP – entidade líder do projeto – João Maciel e José Miguel Costa.

25 Setembro 2019

Na intervenção que proferiu, Carlos Pinto de Sá, salientou que este projeto se enquadra numa estratégia global do município para tornar Évora uma cidade mais sustentável e na qual se integram e entrecruzam outros projetos ambientais como o Laboratório Vivo para a Descarbonização, Plano Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas, Requalificação do Aqueduto da Água de Prata e SmartGrid.

O POCITYF é um projeto de cidades inteligentes e comunidades, cujo objetivo principal é criar um conjunto de Positive Energy Blocks – áreas geograficamente delimitadas com uma produção local renovável superior ao consumo, em termos de média anual – nas cidades-piloto de Évora (Portugal) e Alkmaar (Holanda) e respetivas cidades-seguidoras de Granada (ES), Bari (??), Celje (SI), Ujpest (HU), Ioannina (GR) e Hvidovre (DK).

Com a implementação dos referidos Positive Energy Blocks, o POCITYF pretende transformar o tecido urbano dessas cidades, com enfoque nas áreas cultural e historicamente protegidas, em locais mais sustentáveis, saudáveis, acessíveis e fiáveis para os seus cidadãos. Em última análise, melhorar a qualidade de vida das oito cidades referidas, através de um modelo sustentável e centrado no cidadão.

A estratégia do projeto POCITYF foi desenvolvida em quatro Linhas de Transição Energética (LTE) de atuação complementares e multidisciplinares, com a integração de sistemas energéticos comercializados e inovadores, para tornar a cidade mais autossustentável e amiga do ambiente.

O projeto POCITYF tem a duração de 60 meses, um consórcio de 46 parceiros de 12 países europeus e um investimento total de 22,5M€ (destinado na sua maioria às duas cidades lanterna, Évora e Alkmaar). Évora irá beneficiar de um investimento de 9,8M€ (total dos parceiros que trabalharão para Évora), do qual 8,1M€ será financiamento entregue pela CE.

O Município de Évora irá receber da CE uma verba de 1,15M€, da qual se destina: 488m€ à subcontratação para a instalação de equipamentos a fornecer pelos parceiros; 414m€ a custos diretos com pessoal; 251m€ a outros custos indiretos e diretos.

De forma geral, o POCITYF irá dotar as infraestruturas, tecnologias e serviços (i.e., edifícios, rede, mobilidade elétrica) chave da cidade com camadas de inteligência, gizando o caminho para as tornar mais seguras, verdes e responsivas às necessidades contemporâneas dos seus cidadãos, tecido empresarial e outras organizações.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.