auchan
Diario do Sul

Convento da Cartuxa abriu clausura aos fiéis em dia de despedida

Monges dizem partir com “uma tristeza consolada” pela fé existente em Évora

O “lugar icónico” da cidade de Évora era o único mosteiro contemplativo masculino de Portugal. Agora os quatro monges vão mudar-se para Barcelona, em Espanha, devido à avançada idade e à falta de vocações. Antes do início da celebração da eucaristia, o padre Antão Lopez acolheu a equipa do “Diário do Sul” com a mesma afabilidade de sempre. “Olha os nossos vizinhos”. É assim que nos veem e que garantiu que assim vai continuar a ser. A dedicatória, dos cartuxos pode lê-la no «D.S.» - amanhã, 10Outubro/2019.

Autor :Redacção «Diário do SUL»

Fonte: Redacção «Diário do SUL»

09 Outubro 2019 | Publicado : 18:17 (09/10/2019) | Actualizado: 18:25 (09/10/2019)

A clausura do Convento da Cartuxa Scala Coeli (Escada do Céu) abriu as portas para acolher todos os que quiseram despedir-se desta ordem religiosa. O silêncio e o espaço de recolhimento e contemplação a Deus foi “invadido” pela comunidade eborense, mas também de outros pontos do país para uma justa homenagem a estes homens, quatro monges de 80 e 90 anos que mostraram que a humildade é uma das maiores bênçãos da humanidade. Os aplausos no final da eucaristia presidida pelo arcebispo de Évora e durante o cortejo até à sacristia emocionaram os monges, como explicou o padre Antão Lopez, monge e prior da Cartuxa de Évora que confessou que este momento foi uma consolação na hora da despedida e uma esperança de que a fé continua a existir na região e em Portugal. O espaço religioso vai ser ocupado brevemente por uma congregação feminina do Instituto das Servidoras do Senhor e da Virgem de Matará também com vida contemplativa, mas continuará a ser o Convento da Cartuxa, como salientou o arcebispo, pois “Cartuxa” é um topónimo.

Leia mais no «D.S.» - edição de 10 de Outubro/2019

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.