capital humano
Diario do Sul

Violência doméstica

Câmara de Beja disponibiliza apartamento de transição para vítimas

O Município de Beja assinou uma adenda ao protocolo celebrado com o Núcleo de Atendimento à Vítima de Beja, regulando a colaboração entre as duas entidades, através da disponibilização de um apartamento de transição para vítimas de violência doméstica.

Autor :CM Beja

20 Dezembro 2019

A cedência desta fração municipal surge da experiência do trabalho social, desenvolvido no âmbito da intervenção e acompanhamento às vítimas de violência doméstica, em que se revelou necessário dotar o concelho com um novo instrumento que constitua um reforço complementar à estrutura de atendimento existente. Esta medida foi aprovada nos órgãos competentes e tem subjacente um regulamento interno, assumindo-se como uma resposta de carácter temporário e transitório, que pretende contribuir para o processo de autonomização das vítimas, proporcionando-lhes um ambiente de proteção e privacidade, que funcionará em regime de autogestão, com o devido acompanhamento de ambas as entidades.

Conscientes de que o combate à violência doméstica constitui uma causa que deve ser abraçada por todos, enquanto município socialmente responsável, e envolvido nestas matérias, a Câmara Municipal de Beja pretende contribuir positivamente para minimizar os riscos associados a este flagelo.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.