Diario do Sul

Atletismo - Dia 23 de Fevereiro

Portugueses “invadem” Maratona de Sevilha

De Évora são cerca de duas dezenas

Autor :Redacção «Diário do SUL»

Fonte: Redacção «Diário do SUL»

04 Fevereiro 2020 | Publicado : 09:42 (04/02/2020) | Actualizado: 09:45 (04/02/2020)

Cerca de 750 portugueses, entre os quais duas dezenas de eborenses, irão marcar presença na edição deste ano da Maratona de Sevilha, agendada para o dia 23 de fevereiro, com Portugal a ser, uma vez mais, a nação mais representada logo a seguir ao país anfitrião.
Segundo os dados mais recentes da organização e a cerca de 20 dias do “tiro de partida”, 736 atletas nacionais já tinham confirmado a presença na corrida da capital andaluza, num acréscimo de participação significativo comparativamente com o ano anterior (702 maratonistas).
Aliás, a presença de corredores lusos na Maratona de Sevilha, considerada como a prova com o traçado mais plano da Europa, tem vindo sempre a crescer ao longo dos últimos anos: 2015 (601); 2016 (662); 2017 (689); 2018 (735) e 2019 (702).
Nuno Marques é um desses alentejanos que já se habituou a marcar presença na Maratona de Sevilha tanto é que este ano irá lá pela quinta vez. “Para além do facto de a prova ser patrocinada pela minha entidade patronal, o gosto que tenho pela distância, aliado ao ambiente de Sevilha, contribui decisivamente para o meu regresso todos os anos”.
Por outro lado, prossegue, “a distância relativamente curta entre Évora e Sevilha, a excelente organização, fazem com que os portugueses se sintam em casa. Aliás, a própria Rosa Mota já ali foi homenageada (2018) e o respeito pelos atletas lusos é de tal forma grande que até têm um speaker português”.
“O percurso dos 42.195 metros da prova levam os atletas aos locais mais emblemáticos de Sevilha, com a passagem pela Praça de Espanha,
Ucom banda musical e tudo, a ser um dos momentos altos da prova. Aqui ganhas um novo ânimo e encaras os derradeiros quilómetros, sempre com muito apoio, com outra atitude”, frisa.
A prova deste ano tem um motivo de interesse suplementar, já que vários atletas vão procurar obter os mínimos para os Jogos Olímpicos de Tóquio. Devido ao seu percurso plano e com apenas 32 curvas, o trajeto da Maratona de Sevilha é ideal para obter grandes resultados. Recorde-se que os mínimos para os Jogos são 2h11m30 para os homens e 2h28m30 para as mulheres. Já os recordes de Sevilha são 2h06m36 no masculino, e 2h24m29 no feminino.
No total, e quando restam apenas cerca de 1000 dorsais para o fim das inscrições (14000), a 36ª Maratona de Sevilha regista a presença de 4000 corredores oriundos de 79 países distintos, para além de Portugal, tais como
Afeganistão, Angola, África do Sul, Malásia, Japão, Brasil, Argentina, Israel, Nova Zelândia, El Salvador, Canadá, Finlândia, Estónia e Rússia.

Preocupações ambientais

Uma das provas mais procuradas pelos maratonistas europeus, principalmente devido ao seu percurso, perfeito para a obtenção do melhor tempo pessoal, a Maratona de Sevilha apresenta números realmente impressionantes.
Como aconteceu no ano passado, a Maratona de Sevilha vai apostar novamente este ano na salvaguarda do meio ambiente. O objetivo é claro: minimizar ao máximo o impacto ambiental de 14 mil atletas (e os seus respetivos acompanhantes) em Sevilha. Para isso, está montado um plano gigantesco de reciclagem na cidade durante o fim-de-semana do evento, tando aquando da realização da feira como durante e depois da Maratona em si.
Recorde-se que a Maratona de Sevilha utiliza, desde 2013, copos de papel no abastecimento em vez das tradicionais garrafas de plástico. Segundo os organizadores, esta simples alteração de atitude faz com que a pegada ecológica da prova seja reduzida em cerca de 195 mil garrafas de plástico e 25 mil litros de água.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.