capital humano
Diario do Sul

Cidade de Évora recebe a 4ª edição do Forum Intrepida

A 4ª edição do Forum INTREPIDA realiza-se nos dias 19 e 20 de fevereiro na cidade de Évora (Alentejo). Cerca de 90 empresárias de Portugal e Espanha participam neste encontro empresarial. Entre os objetivos do IV Fórum INTREPIDA destacam-se: garantir o contacto entre as empresárias, partilhar know-how e experiências, analisar casos práticos de sucesso, visitar empresas da zona e potenciar o conhecimento em tecnologia.

Fonte: Organização

18 Fevereiro 2020

A 4ª edição do Forum INTREPIDA realiza-se nos dias 19 e 20 de fevereiro na cidade de Évora (Alentejo). Cerca de 90 empresárias de Portugal e Espanha participam neste encontro empresarial.
Entre os objetivos do IV Fórum INTREPIDA destacam-se: garantir o contacto entre as empresárias, partilhar know-how e experiências, analisar casos práticos de sucesso, visitar empresas da zona e potenciar o conhecimento em tecnologia.

Proporcionar oportunidades de aproximação do mercado transfronteiriço, facilitando o contacto e a troca de experiências entre empresárias dos dois países é o intuito principal da 4.ª edição do Fórum INTREPIDA que vai realizar-se na cidade de Évora, no espaço da incubadora de empresas do Núcleo Empresarial da Região de Évora (NERE).

Facilitar uma abordagem à região do Alentejo, uma zona quase desconhecida especialmente para muitas das empresárias andaluzas participantes, é uma estratégia para garantir e criar novos contactos e formas de colaboração possíveis.

Organizado pelo Núcleo Empresarial da Região de Évora (NERE), parceiro oficial do projeto na região do Alentejo, em colaboração com o coordenador do projeto - a Fundação Três Culturas do Mediterrâneo - o IV Fórum INTREPIDA, que decorre nos dias 19 e 20 de fevereiro, na cidade de Évora (Alentejo), pretende ser uma oportunidade empresarial e económica para os territórios envolvidos.

Entre os participantes no fórum vão estar representadas diversas entidades e instituições, como, por exemplo, a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDR Alentejo) e a Câmara Municipal de Évora.

Durante dois dias, na 4ª edição do Forum INTREPIDA, um conjunto de empresárias oriundas de Portugal e Espanha vão ter a oportunidade de assistir a diversas palestras com importantes reflexões sobre as relações comerciais entre Portugal e Espanha, tendo a oportunidade de aumentar a sua rede de contactos nos momentos dedicados a networking.
Do programa destaca-se ainda a presença de Jesús Herández, um profissional com uma ampla experiência em sistemas de marketing móvel que vai partilhar com as participantes “ideias-chaves” sobre como uma empresa deve posicionar-se no mercado usando a tecnologia do modo mais eficiente e prático.
O projeto INTREPIDA destaca entre as suas ações, a visita física a empresas e um contacto mais direto com empreendedoras alentejanas. Aqui está previsto um momento de testemunho das responsáveis pela empresa Capote’s Emotion e pela Pepe Aromas. Projetos empresariais que apostam na inovação e na qualidade dos seus produtos posicionando-os no mercado interno e externo.

Outras experiências, igualmente com foco na internacionalização, vão ser promovidas por Joana Garcia da empresa Queijaria Monte da Vinha e Ana Paula Leitão da empresa Água Mole. Estas duas empresárias têm como denominador comum o facto de representarem ideias que surgiram como um pequeno negócio familiar e hoje trilham o caminho da consolidação num espaço rural, conseguindo atrair um púbico-alvo que se encontra fora do seu próprio país.

Para José Manuel Cervera Gragera, diretor da Fundação Três Culturas do Mediterrâneo, “o encontro das empresárias em Évora, mais precisamente na região do Alentejo, visa contribuir para impulsionar a cooperação na zona de Eurorregião (Andalucía, Algarve, Alentejo), uma zona geográfica que consideramos ter um enorme potencial, interesse e utilidade para todos. Com esta iniciativa desejamos proporcionar às empresárias novas oportunidades em novos e próximos espaços, fomentando a criação de sinergias e desenvolvimento económico”.

Paula Paulino, diretora executiva do NERE – Núcleo Empresarial da Região de Évora, destaca as oportunidades de negócio e de partilha de experiências entre as empresárias dos dois lados da fronteira que são proporcionadas por este projeto INTREPIDA e que tem já resultados de parcerias empresarias entre as participantes. “Este evento em Évora permite-nos dar a conhecer o que de melhor temos na nossa região, impulsionar praticas de trabalho em equipa entre as participantes do projeto e fomentar o espirito empreendedor e inovador das mulheres empresárias. Vão estar presentes mais de 90 empreendedoras e empresárias oriundas das regiões do Alentejo, Algarve e Andaluzia, área de intervenção do projeto”

Esta iniciativa está integrada no projeto INTREPIDA - Internacionalização das Mulheres Empresárias de Espanha e Portugal para a Inserção, Desenvolvimento e Alianças – que visa potenciar a cooperação transfronteiriça entre os dois países. Conta com o apoio financeiro do programa Interreg POCTEP Espanha-Portugal, bem como dos restantes parceiros: Núcleo Empresarial da Região de Évora – NERE, Associação Empresarial da Região de Portalegre – NERPOR-AE, Ninho de Empresas de Loulé – REGIOTIC, Diputación de Huelva e FUECA em Cádis.


Sobre a Fundação Três Culturas do Mediterrâneo
Fundação Três Culturas do Mediterrâneo, com sede em Sevilha, Espanha, é uma instituição internacional sem fins lucrativos que atua desde 1998 a nível Euro-Mediterrâneo, através de diferentes linhas de ação e de múltiplas iniciativas. A Fundação pretende criar uma maior proximidade e respeito entre cidadãos e instituições apostando na diversidade como um princípio basilar. As suas iniciativas contribuem para um maior enriquecimento socioeconómico através da promoção de projetos relacionados com cultura, geopolítica, empreendedorismo, educação e participação ativa dos cidadãos.
Para mais informações consulte www.tresculturas.org/intrepida

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.