capital humano
Diario do Sul

Jovens na Pista do Património Mundial preparam trabalho em Évora

Os desafios e oportunidades que se colocam à gestão de uma cidade classificada pela UNESCO como Património da Humanidade foi o tema da recente entrevista dada pelo Presidente da Câmara de Évora a um grupo de jovens, no âmbito do projecto da Organização das Cidades Património Mundial (OCPM), denominado “Jovens na Pista do Património Mundial”.

Fonte: CM Évora

09 Março 2020

Tratam-se de alunos da Escola Secundária Gabriel Pereira - que colocaram um conjunto de questões que irão trabalhar em contexto escolar - estando também envolvidas as Professoras Maria Isabel Carreira (História) e Delfina Vinha (Inglês). Ainda no âmbito da preparação deste trabalho, a Câmara Municipal de Évora prestou apoio técnico à turma participante no projeto, proporcionando aos jovens maior conhecimento sobre o seu património, através de uma visita guiada ao Centro Histórico de Évora (com foco no tema de Évora)  e de uma apresentação técnica (com foco na Évora Medieval).

 Desde 2016 que a autarquia eborense adere a este programa de geminação entre escolas promovido pela OCPM e convida as escolas secundárias. A Escola Secundária Gabriel Pereira aceitou participar no projeto através de uma turma de 10º ano de Humanidades, da Professora Isabel Carreira. A OCPM geminou esta escola com uma escola secundária de S. Petersburgo (Federação Russa), prevendo-se a visita a Évora desta escola durante o corrente ano.

O programa “Jovens na Pista do Património Mundial” incide na geminação de escolas localizadas em cidades património mundial, com o objetivo de promover o contacto entre grupos de jovens com idades compreendidas entre os 15 e os 18 anos de idade, familiarizando-se com a noção de património mundial.

 Esta geminação permite que alunos de diferentes cidades possam trocar ideias, conhecimentos e trabalhos relacionados com o património mundial. Os alunos irão, assim, tomar consciência do valor universal do seu património e dos desafios envolvidos na gestão do património a nível internacional.

As escolas participantes neste programa podem candidatar-se a uma bolsa de 10.000 dólares canadianos para visita recíproca de alunos das cidades geminadas. Será selecionada apenas uma geminação tendo em conta a atividade desenvolvida entre as escolas e a qualidade do programa de intercâmbio proposto. A OCPM tem sede no Québec (Canadá) e é composta por cerca de 300 cidades e sítios classificados Património Mundial nos 5 continentes. Pode conhecer mais sobre esta organização em https://www.ovpm.org

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.