Diario do Sul

Para lacticínios carnes frescas e charcutaria

MARÉ abre serviço de venda direta ao público

Com o objetivo de atenuar as dificuldades de escoamento sentidas pelos pequenos produtores eoperadores de laticínios, carnes frescas e charcutaria, o MARÉ – Mercado Abastecedor da Região de Évora SA, disponibiliza gratuitamente instalações e logística para venda direta ao público.

Fonte: CME.DC

28 Abril 2020 | Publicado : 13:03 (28/04/2020) | Actualizado: 13:04 (28/04/2020)

Durante três dias, o MARÉ disponibiliza sem quaisquer custos os seus meios logísticos para que os operadores e produtores de laticínios (queijaria), charcutaria e carnes frescas de ovino, bovino e suíno possam vender diretamente ao público os seus produtos, ajudando assim a atenuar as dificuldades de escoamento que têm vindo a sentir. Para o consumidor fica a informação de que terá livre acesso às instalações do MARÉ – Centro Logístico do Alentejo, em Évora, para adquirir estes produtos. Os operadores interessados em usufruir deste apoio deverão
contactar os serviços do MARÉ através do telefone 266 059 030 ou pelo email: mare@mare.pt.

A iniciativa partiu do Ministério da Agricultura, que dirigiu um apelo aos mercados do Grupo SIMAB – Sociedade Instaladora de Mercados Abastecedores SA no sentido de proporcionar este apoio ao nível nacional. O Conselho de Administração do MARÉ, do qual faz parte o Município de Évora por ser detentor de 20% do capital, decidiu implementar a medida de imediato. Segundo a Câmara Municipal de Évora, trata-se de uma iniciativa importante dada a extrema dificuldade económica e financeira que atravessam as micro e pequenas empresas em consequência do combate à crise pandémica.

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.