Diario do Sul

No município de Boqueirão, estado da Paraíba - Cariri — Brasil

Distrito do Marinho: conhecimento científico e belezas naturais

O Distrito do Marinho está situado no município de Boqueirão, estado da Paraíba, região conhecida como Cariri paraibano. O termo Cariri advém de antigos povos que habitavam nessa área, designadamente os índios cariri.

Autor :Flávio Moraes e Múcio Aguiar

Fonte: Correio de Pernambuco

29 Abril 2020 | Publicado : 14:52 (29/04/2020) | Actualizado: 18:58 (29/04/2020)

A configuração geomorfológica impressiona pelos grandes afloramentos de rochas granítica, muitas delas formando abrigos, locais estes frequentemente utilizado pelos povos indígenas pré-históricos como habitação temporária, bem como para a realização de rituais de sepultamento.

Nos idos do ano de 2017, sob a coordenação de arqueólogos da Universidade Federal e Alagoas e do Instituto Memorial da Borborema, em parceria com a Prefeitura Municipal de Boqueirão, e apoio da comunidade do Marinho, foi escavado o sítio arqueológico Pedra da Tesoura, este que se caracteriza como uma abrigo-sob-rocha contendo uma grande quantidade de evidências de sepultamentos. As escavações revelaram a diversidade das formas empregadas pelos povos que utilizaram esse espaço no tratamento dispensado a seus mortos. Além de uma cronologia de aproximadamente 1.500 anos antes do presente (Beta – 543287), foi identificado a preferência pelo enterramento secundário, mas de formas distintas, tais como ossos com pigmentação vermelha, enterramentos cremados em cestos confeccionados em fibra vegetal, e ossos queimados postos diretamente no solo. Os enterramentos foram acompanhados por muitos tipos de objetos, especialmente contas de colar e pulseiras confeccionadas em minerais e ossos de aves.

Outros sítios arqueológicos com a presença de ossos humanos aflorando em superfície, no entorno do sitio Pedra da Tesoura, já foram identificados e espera-se que com a continuação das investigações possamos ampliar cada vez mais o conhecimento acerca desses povos pretéritos que ali viveram.

O rico contexto paisagístico natural e cultural do Marinho vem despertando turistas de vários cantos, que observam no lugar uma vegetação nativa inigualável. Somado aos encantos do vilarejo está à receptividade dos moradores e suas crocheteiras que produzem artesanato e oferecem uma culinária com os sabores do nordeste.

Serviço:

https://www.facebook.com/Condutores-turisticos-do-lagedo-do-Marinho-754323761295727/

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.