Diario do Sul

Visão saudável em regime de telescola

Optometristas com recomendações sobre ergonomia visual

A Associação de Profissionais Licenciados de Optometria (APLO) criou um conjunto de recomendações sobre ergonomia visual para alunos, pais e encarregados de educação na sequência do arranque da nova telescola. Esta modalidade de ensino vai obrigar a um maior número de horas em frente à televisão que se acumulam com o considerável número de horas em frente ao monitor do computador ou outros ecrãs.

Fonte: Miligrama

08 Maio 2020

O objetivo é minimizar o surgimento de sintomas como a vista cansada, as dores de cabeça ou as dores musculares associadas a más posturas que este tipo de tarefas pode trazer. Estas orientações podem ainda ter um caráter preventivo no surgimento de outras condições oculares.

Tanto para o uso do computador como da televisão para estudar, deve-se preparar o local de trabalho com antecedência, devidamente organizado, arejado e com todo o material que será necessário:

Escolher uma mesa e uma cadeira adaptadas à altura;
A cadeira deve ter um apoio para as costas, onde se deve ficar bem encostado;
Assegure-se que há boa iluminação natural e artificial superior sempre paralela às janelas e paredes;
Procure eliminar ou evitar ter reflexos no monitor do computador ou no ecrã da televisão;
Manter sempre limpas as superfícies do monitor do computador e do ecrã da televisão;
Recorde-se de pestanejar, quando estamos em frente a monitores tendemos a esquecer-nos de o fazer;
Muito importante: fazer pequenos intervalos. A cada 10-15 minutos fixar um objeto longínquo por uns segundos; ao fim de 30 minutos fazer uma pausa de 2-3 minutos e ao fim de 2 horas fazer um intervalo de aproximadamente 15 minutos.


No computador

O monitor deve ficar em cima de uma superfície plana sem brilho (uma mesa);
Para evitar o encandeamento e os reflexos desconfortáveis, o monitor não deve nunca ficar de frente para locais com muita luminosidade, como uma janela, mas sim colocados perpendicularmente;
Deve-se colocar o monitor em frente à pessoa de modo a permitir uma postura correta do pescoço;
O topo do monitor deve ficar à altura dos olhos e com inclinação de cerca de 10 ou 20 graus para a frente, ou seja, com o topo mais afastado da pessoa do que a parte inferior.
Regular o brilho e o contraste do monitor de forma a torná-lo menos "agressivo" para os olhos; colocar o máximo de contraste;
Deve-se colocar a uma distância do monitor de aproximadamente 50 a 70cm;
A altura da cadeira deve ser ajustada de forma a que quando se usa o teclado ou o rato os antebraços e mãos estejam na horizontal, os ombros relaxados e os pulsos em posição neutra.
 

Na televisão

Deve procurar colocar-se a uma distância adequada da televisão em função da sua dimensão, que é aproximadamente igual a 3 vezes a diagonal do monitor;
Quando está sentado, a televisão deve estar a uma altura em que os olhos estejam aproximadamente a meio do ecrã, de forma a evitar posturas incorretas;
O ecrã da televisão deve estar colocado em frente à pessoa para que não seja necessário rodar o pescoço.

Sobre a APLO

A Associação de Profissionais Licenciados de Optometria (APLO) representa os Optometristas, a maior classe profissional de prestadores de cuidados para a saúde da visão, em Portugal. Atualmente conta com cerca de 1.246 membros. A APLO é membro Fundador da Academia Europeia de Optometria e Ótica, membro do Conselho Europeu de Optometria e Ótica, membro do Conselho Mundial de Optometria e membro do Conselho Consultivo Externo da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior. Para mais informações, consulte:www.aplo.pt

Dê-nos a sua opinião

NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.