Diario do Sul
Twitter rectangular

Évora acolheu até ontem o 27.º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo

Alentejo foi considerado um “refúgio de luxo” do turismo de Portugal

Turismo - Olhar o Presente, Preparar o Futuro” foi o tema da edição deste ano do congresso que contou com cerca de 500 participantes. Olhar para a situação do setor hoje e definir as estratégias para os próximos tempos no sentido de arrair mais visitantes foram os principais objetivos deste encontro de profissionais do turismo. O Alentejo esteve em destaque no painel “Os empreendedores do Turismo do Alentejo”.

Autor :Maria Antónia Zacarias

Fonte: Redacção D.S.

28 Outubro 2015

Questões como o valor do negócio hoteleiro, o posicionamento de Portugal como destino turístico, a capacidade de carga dos destinos urbanos, o investimento no turismo no país, como nos estamos a adaptar a viver e a vender online, novas formas de viajar e novas formas de alojamento estiveram em debate durante estes dois dias.

No entanto, há a salientar a intervenção do presidente do Conselho Geral da AHP, Luís Veiga que criticou o facto de a tutela do Turismo “não ter vislumbrado vantagens na construção de um documento estratégico cujo debate permitira saber onde estamos, onde queremos estar e como vamos lá chegar. Pois bem, o debate foi feito aqui, neste congresso”.

De acordo com o mesmo dirigente, a Associação da Hotelaria de Portugal tem toda a capacidade para o fazer, tendo dado o exemplo de que esta instituição cresceu em adesões aos monitores, ferramenta que cada vez mais se afirma como essencial à atividade hoteleira, em número e variedade de parceiros e fornecedores do negócio a que o setor está ligado e em notoriedade e visibilidade na imprensa e nas redes sociais. “Sobretudo, crescemos em representatividade, porque crescemos em associados. E o turismo todo cresceu”, avançou.

Nascem, por dia,
62 estabelecimentos
de alojamento

Luís Veiga afirmou que entre 2012 e 2014 passámos de 1177 estabelecimentos hoteleiros para 1302. No final de 2014, havia registados 104.757 quartos em estabelecimentos hoteleiros (hotéis, hotéis apartamentos e pousadas). Olhando para os dados de outubro de 2015, em Portugal, existem aproximadamente 1360 estabelecimentos hoteleiros e 20.297 estabelecimentos de alojamento local. “De acordo com a imprensa, e a Secretaria de Estado do Turismo confirma, nascem por dia 62 estabelecimentos deste tipo”, sustentou.

Ceia da Silva, presidente da Turismo do Alentejo e Ribatejo: “Évora já tem excelentes condições de acolhimento para grandes congressos”

Num encontro que juntou participantes de vários quadrantes do setor do turismo, o presidente da Entidade Regional de Turismo (ERT) do Alentejo e Ribatejo, António Ceia da Silva, refletiu sobre aquilo que se tem feito na região, em termos globais, relativamente a esta área.

O mesmo responsável apresentou também “aquilo que é hoje o destino Alentejo”, considerando Ceia da Silva que “estes congressistas na área do turismo são para nós muito importantes como embaixadores do setor”.

Para o presidente da ERT, “a realização de um evento como este em Évora significa que o Alentejo, e esta cidade em particular, têm hoje excelentes condições de recetividade e de acolhimento para poder receber grandes congressos”.

Acrescentou ainda que “os congressos nacionais que há sete ou oito anos eram impensáveis realizar-se em Évora, já podem realizar-se aqui nos dias de hoje”.

Segundo o mesmo responsável, “isto significa que, não só noutras áreas, como também nesta, o Alentejo sofreu uma grande evolução e uma dinâmica de crescimento do ponto de vista da sua qualificação, o que permite hoje receber um segmento de mercado muito decisivo”.

Na sua perspetiva, “há dois aspetos positivos que importa realçar”, especificando que, “por um lado, estes eventos podem ser realizados em épocas com menos afluência turística e quebrar assim a sazonalidade”.

Para além disso, o presidente da Turismo do Alentejo e Ribatejo salientou que “os participantes, que, à partida, são quadros médios e superiores, ficando sugestionados pela qualidade e os encantos da cidade e da região voltarão com certeza cá com as suas famílias”.

Segundo Ceia da Silva, “o Congresso da AHP - Associação da Hotelaria de Portugal é um dos grandes momentos do turismo nacional, de reflexão das políticas nacionais de turismo e também das estratégias de turismo a nível nacional, portanto, Évora acolheu um dos principais eventos neste setor”.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.