merida enamora 2
Diario do Sul
alentejo 2020

Ferrovia

Linha ferroviária do Alentejo com modernização na agenda

A empresa Infraestruturas de Portugal (IP) deu luz ao avanço da execução dos principais projetos de modernização da rede ferroviária nacional, inscritos no PETI- Plano Estratégico de Transportes e Infraestruturas, que contempla, entre outros, o lançamento do procedimento pré-contratual para a modernização da linha do Alentejo.

Autor :Roberto Dores

Fonte: Redacção D.S.

04 Dezembro 2015

O projeto tinha sido delineado pelo anterior Governo e classificado como “prioritário” pelo Grupo de Trabalho para as Infraestruturas de Elevado Valor Acrescentado (GTIEVA). Ainda no mês de novembro a empresa que é liderada por António Ramalho publicou em Diário da República o lançamento do procedimento pré-contratual necessário à contratação da prestação de serviços para elaboração do estudo prévio, estudo de impacte ambiental, projeto de execução e RECAPE para modernização e duplicação do troço entre o Poceirão e Bombel, na linha férrea do Alentejo.

O valor estabelecido ascende aos 800 mil euros, sem IVA, integrando este troço a ligação ferroviária que privilegia o transporte de mercadorias entre os portos de Sines, Setúbal e Lisboa em direção ao Caia, junto à fronteira espanhola, contemplando a ligação a Madrid. Recorde-se que este projeto foi considerado como um dos investimentos estratégicos pelo anterior Governo.

Já em outubro a IP avançava ter iniciado os procedimentos com vista à elaboração do projeto de execução da nova ligação ferroviária entre Évora Norte e Elvas/Caia (fronteira com Espanha), tendo sido lançados os concursos para a coordenação técnica do projeto e tarefas complementares gerais com preço base de 2,5 milhões de euros e prazo de execução 15 meses.

Também a via, geotecnia e serviços foram fixados com um preço base de 2,9 milhões de euros e com um prazo de execução de 15 meses, enquanto as obras de arte e estruturas especiais surgiram com um preço base de 5,1 milhões de euros e um prazo execução de 15 meses.

Para breve estavam anunciados os avanços dos procedimentos referentes aos concursos para a Linha do Leste e ligações à nova linha Évora – Caia com um preço base de 900 mil de euros.

Já o designado Corredor Internacional Sines/Setúbal/Lisboa-Caia (fronteira), com investimento previsto de cerca de 700 milhões de euros, considerado um “projeto prioritário com elevado potencial para importação e exportação no transporte de mercadorias”, visa assegurar a ligação ferroviária entre o sul de Portugal e a Europa, de modo a viabilizar um transporte ferroviário de mercadorias eficiente, permitindo a articulação com os Portos de Sines e Setúbal. A conclusão da construção desta ligação ferroviária internacional está agendada para 2020.

“Além da construção dos troços de ligação entre Évora e Caia, cuja execução representa um investimento previsto de cerca de 500 milhões de euros, o projeto do Corredor internacional Sines-Caia/Madrid, contempla a construção de estações técnicas e ampliação para cruzamento de comboios de mercadorias com 750 metros de comprimento a Instalação e modernização da sinalização”, avança a IP.

Também está revista a duplicação da via existente e eletrificação da nova via entre Poceirão e Bombel, a construção de linha nova entre Évora Norte e Elvas (via única eletrificada, extensão de 79 quilómetros, além da modernização e eletrificação da Linha do Leste entre Elvas e a fronteira (extensão 9 quilómetros através da qual será assegurada a ligação a Espanha.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.