Diario do Sul
Twitter rectangular

Instituto da Vinha e do Vinho divulga dados sobre vinhos em 2015

Alentejo consolida-se como região preferida dos portugueses

O que é regional é bom! A comprovar, uma vez mais isso, estão os vinhos do Alentejo que foram os que cresceram mais em vendas em 2015, fazendo deles os preferidos dos portugueses. Os dados são avançados pelo dinheirovivo.pt resultado de um estudo realizado pelo Instituto da Vinha e do Vinho (IVV) e que diz respeito ao período entre janeiro e setembro do ano transato.

Autor :Maria Antónia Zacarias

Fonte: Redacção D.S.

08 Janeiro 2016

Para o responsável pelo marketing da Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), Tiago Caravana, esta realidade espelha o esforço que tem sido feito pelos vitivinicultores alentejanos no sentido de produzir vinhos de grande qualidade que foi, agora, mais uma vez reconhecida.

Segundo os últimos números do Instituto da Vinha e do Vinho, nos nove meses do ano passado, os vinhos da região Alentejo reforçaram a sua quota de vendas em volume na distribuição (hiper e supermercados) e no canal Horeca (hotéis, restaurantes e cafés) de 18,9 por cento para 20,1 por cento, comparativamente com o período homólogo de 2014, protagonizando assim o maior crescimento. Também em valor, os vinhos deste território lideram, reforçando a sua quota para 25,6 por cento.

De acordo com o responsável pelo marketing da CVRA, a região teve o dobro do crescimento do mercado global, mostrando-se igualmente forte no posicionamento que ocupa em termos da distribuição. “Mesmo estando numa altura de crise, o Alentejo tem uma grande fatia de mercado, estando ligado à distribuição e fazendo tudo para a acompanhar”, salienta.

Tiago Caravana sublinha os vinhos alentejanos são muito bons, “há uma consistência de qualidade de ano para ano que é uma grande valia”, acrescentando que são as características do clima e dos solos que permitem esta diferenciação e valorização. “Temos vinhos encorpados e frutados, mas suaves que agradam o consumidor”, frisa, reiterando que os fatores do sucesso assentam na qualidade e na promoção do produto.

O mesmo responsável pelo marketing da CVRA anuncia que a colheita de 2015 “foi maravilhosa, o que permite esperar que tenhamos vinhos muito bons também em 2016”, evidenciando que tudo indica que a região continue a evoluir positivamente.

Em declarações ao dinheirovivo.pt, o crítico de vinhos João Paulo Martins destacou a consolidação do Alentejo como região preferida dos portugueses, lembrando que “há já muito tempo” que a região é “líder”.

“Moda” de beber um bom vinho faz aumentar vendas

A tradição de beber um copo de vinho voltou ao Alentejo e a Portugal. Há quem defenda mesmo que está na moda, talvez pelo reconhecimento que esta bebida tem tido, quer a nível nacional, como internacional, bem como pelas referências que são, cada vez mais, no mercado.

Os produtos relacionados com este produto, desde as novas tecnologias onde é possível comprar vinho on-line em garrafeiras, a blogs e guias sobre os melhores néctares têm levado os portugueses a comprar mais vinhos nacionais, como avança o Instituto da Vinha e do Vinho.

Os dados deste instituto mostram que o mercado nacional comprou maior quantidade vinho entre janeiro e setembro (mais quatro por cento), face ao mesmo período de 2014, e que o valor gerado pelas vendas aumentou 2,7 por cento também face aos primeiros nove meses do ano passado, apesar de se ter registado uma diminuição no preço médio de venda.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.