acerca el otoño
Diario do Sul
diario jornal

Montemor-o-Novo, adere à Rota do Fresco e Rota do Montado do Alentejo

No âmbito da promoção turística concelhia, Montemor-o-Novo adere à Rota do Fresco e Rota do Montado do Alentejo.

26 Janeiro 2016

O objetivo desta parceria entre o Município e a SPIRA – Revitalização do Património, é democratizar a visita ao património cultural e natural do concelho de Montemor-o-Novo.

Este projeto conta com diferentes rotas pelo Alentejo nas quais pode o visitante aceder a património que habitualmente se encontra encerrado. Nestas rotas pode ainda descobrir a gastronomia dos locais, assistir ao vivo às artes do saber fazer tradicionais no âmbito do património etnológico.

É objetivo destas rotas a promoção sustentável do território, contribuindo deste modo para a sua preservação. Cada visitante contribui ativamente para a preservação do património, uma vez, que parte das receitas revertem para o desenvolvimento de programas de salvaguarda, preservação e promoção do património.

Na Rota do Montado tem duas variantes, nomeadamente o programa Fábricas, onde está presente nos territórios de herança industrial e patrimonial da Azaruja, no Redondo com a riqueza histórica e, em Montemor-o-Novo na Herdade do Freixo do Meio, Fábricas de cortiça e casas de cortiça de Cortiçadas do Lavre e zona de Montado da Herdade da Adua.

A Rota do Montado inscreve-se na missão essencial da Spira: aproximar o público nas suas diferentes faixas etárias, formações e classes sociais, do património do seu país. A Rota do Montado também se encontra disponível para pessoas com mobilidade reduzida.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.