acerca el otoño
Diario do Sul
Twitter rectangular

Preços mais baratos

Badajoz prefere autocarros de Elvas quando tem que viajar até Lisboa

Os habitantes de Badajoz que se deslocam a Lisboa com recurso ao autocarro estão a optar pela Rede Expresso a partir de Elvas. Ou seja, cruzam a fronteira para apanharem o transporte público do lado de cá da raia.

Autor :Roberto Dores

Fonte: Redacção D.S.

06 Maio 2016

Argumentos: A viagem é, sobretudo, mais barata, mas também mais cómoda, com nove ligações diárias, enquanto a cidade pacense tem apenas quatro.

O tema foi abordado pelo jornal Hoy, o principal órgão de informação da Extremadura, assegurando que são cada vez mais os espanhóis que estão a optar pelos autocarros portugueses com partida da estação rodoviária sedeada à entrada de Elvas (para quem viaja a partir da fronteira). Isto numa altura em que os preços dos bilhetes para uma viagem até Lisboa é de 18,50 euros em Elvas e de 29 euros em Badajoz. Ou seja, uma diferença superior aos dez euros.

Mas há outras vantagens que levam a apanhar o Expresso em Portugal. É que enquanto de Badajoz para Lisboa partem diariamente quatro autocarros, dois deles ainda de madrugada – um chega a Lisboa à 03.00 horas outro às 05.30 – Elvas oferece sete alternativas diárias, mais duas aos domingos, o que aumenta para nove as ligações entre a cidade elvense e a capital portuguesa. As chegadas a Lisboa variam entre as 10.00 horas e as 21.45.

O Hoy alerta que alguns serviços acabam por demorar mais tempo, já que há ligações em que a carreira para em várias localidades, como Montemor-o-Novo ou Estremoz, mas também Borba, Terrugem, Vila Viçosa e Évora, onde “deixa e apanha” passageiros. Dependendo das paragens os percursos variam entre as duas e quarenta e cinco minutos e as três horas e vinte.

O jornal com sede em Badajoz citou o exemplo de Pedro Jesús Murillo, um pacense que usa habitualmente o serviço a partir de Elvas e que explica as vantagens. “Apanho o autocarro em Portugal porque tem mais variedade de horários e é mais barato. O bilhete custa 18,50 euros, mas ainda fazem descontos para jovens”, revela este natural de Badajoz que está a residir em Lisboa há vários meses onde está a tirar um mestrado em Biologia numa clínica de reprodução assistida, garantindo que “cada vez vemos mais espanhóis nos autocarros portugueses”

O jovem destaca ainda a maior qualidade das viaturas nacionais. “São todas mais modernas, com ótima comodidade e até dispõem de wifi”, diz, embora critique as ligações disponíveis entre Elvas e Badajoz em transportes públicos. “Fala-se muito da eurocidade, mas a verdade é que são poucos os autocarros urbanos entre as duas cidades”, refere. A Rodoviária do Alentejo oferece uma ligação com três serviços diários Badajoz-Elvas e Elvas-Badajoz, de segunda a sexta-feira. O trajeto tem uma duração de meia-hora.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.