Diario do Sul
Twitter rectangular

Montemor-o-Novo mostra

Quatro décadas de poder local em democracia

Os 40 anos do Poder Local Democrático e da Constituição da República Portuguesa é o título de uma exposição recentemente no átrio da Câmara Municipal de Montemor-o-Novo.

Autor :Bruno Calado Silva / Diário do Sul

17 Maio 2016

Patentes aos visitantes estão, principalmente, factos e acontecimentos que marcaram os primeiros anos após a revolução de 25 de Abril de 1974, que contribuíram para a primeira redação da Constituição da República que instituiu as eleições livres e democráticas para os órgãos de poder local, tal como os conhecemos ainda hoje.

Na inauguração desta mostra, a presidente da Câmara Municipal de Montemor-o- Novo, Hortênsia Menino, anunciou que “até ao final do ano, o Município de Montemor-o- Novo irá assinalar estes dois marcos importantes da nossa história, com um conjunto de iniciativas, para quais também serão envolvidos o movimento associativo, as forças políticas e os órgãos autárquicos do concelho”.

Sobre a exposição a autarca referiu que “contém alguns dos principais aspetos do passado, presente e futuro da Constituição”. Pretende-se, realçou a presidente da Câmara, que “esta mostra se possa constituir-se como elemento da memória, identidade e reflexão para o futuro. Apesar de todas as alterações que foi tendo ao longo do tempo, a Constituição continua a ser avançada e progressista”. Hortênsia Menino, rematou apelando à reflexão sobre o “facto de hoje estamos tão longe de alguns destes valores que foram inscritos em '76”.

A exposição 40 anos do Poder Local Democrático e da Constituição da República Portuguesa ficará patente no átrio dos Paços do Concelho até ao próximo dia 30 de junho. Depois dessa data passará a ser itinerante.

As primeiras autárquicas em democracia

No próximo dia 12 de dezembro, passam 40 anos sobre a realização das primeiras eleições autárquicas após o 25 de Abril.
Num acto eleitoral bastante participado, os resultados demoraram mais de 24 horas a serem tornados público. A 13 de Dezembro de 1976, a RTP realizava um grande debate para análise dos resultados, com a participação de Mário Soares, Sá Carneiro, Álvaro Cunhal e Freitas do Amaral.
As eleições foram ganhas pelo PS, com 33,2 por cento, garantindo as duas principais autarquias do país. Em Lisboa foi eleito Aquilino Ribeiro Machado e no Porto a vitória coube a Aureliano Veloso.

Dê-nos a sua opinião

Incorrecto
NOTA: As opiniões sobre as notícias não serão publicadas imediatamente, ficarão pendentes de validação por parte de um administrador.

NORMAS DE USO

1. Deverá manter uma linguagem respeitadora, evitando conteúdo malicioso, abusivo e obsceno.

2. www.diariodosul.com.pt reserva-se ao direito de eliminar e editar os comentários.

3. As opiniões publicadas neste espaço correspondem à opinião dos leitores e não ao www.diariodosul.com.pt

4. Ao enviar uma mensagem o utilizador aceita as normas de utilização.